Por iniciativa do Magela, DF tem a 1ª escola pública no Brasil contemplada com cinema

Ceilândia tem a maior população do DF e por incrível que pareça não tem nenhum cinema. Mas essa realidade começa a mudar. Hoje, o Centro de Ensino Médio (CME) 03 da Ceilândia Sul se tornou a primeira escola pública no País a ser contemplada pelo ministério da Cultura com um kit cinema – telão, projetor, aparelho DVD, mesa de som, ar condicionado e uma cinemateca com mais de 600 filmes entre animações, documentários, longas e curtas. O colégio também abrirá as portas para a comunidade. O ministro Juca Ferreira, o deputado Federal Geraldo Magela (PT-DF), autor da ideia, e o governador Rogério Rosso assinaram o termo de cooperação para a implantação do programa Cine Mais Cultura em todas as 87 escolas de Brasília. O evento lotou o auditório do colégio, com centenas de alunos, professores e diretores de escola.

O programa existe em todo o País, mas em Brasília está sendo implantado com uma novidade, em escolas públicas. Ar condicionado é outra inovação, também proposta por Magela. Para o deputado, os alunos precisam participar diretamente do projeto. “O que estamos fazendo aqui hoje é uma revolução. Todas as escolas podem receber os kits, que ficarão instalados permanentemente. Quero destacar que os alunos têm que participar, escolhendo os filmes”, disse o parlamentar, sendo muito aplaudido nesse momento.

Segundo o ministro, o evento só aconteceu porque o Congresso aprovou uma emenda do Magela. Ferreira falou ainda na contribuição do projeto para a formação crítica dos alunos e professores. Também manifestou grande simpatia pela novidade do projeto no DF. “Magela está sempre apresentando projetos para incentivar a cultura no DF e no Brasil. Achei genial a ideia dele de colocar cine clube nas escolas públicas. Brasília está sendo a cidade pioneira no Brasil com esse projeto”, disse.

EXIBIÇÕES EM AGOSTO

A aluna Lourrany Stefanie foi convidada pelo ministro para falar em nome de todos os alunos do CME 03. A estudante secundária do 3º ano disse que o “programa é um grande avanço para a nossa cidade, tão bela e tão grande”. O diretor da escola, Antônio Carlos Chaul, deseja iniciar as exibições em agosto. “Só precisamos fazer a programação”, disse. Os filmes devem ser exibidos pelo menos uma vez por semana.

A coordenadora executiva do programa Cine Mais Cultura, Silvana Meireles, destacou um ponto: “a escola precisa se modernizar, utilizando uma linguagem que todo mundo conhece, o audiovisual”. Já o coordenador do programa Mais Educação, do MEC, Leandro Fialho, enfatizou as palavras da Presidenta da Sociedade Amigos da Cinemateca, Maria Dora Mourão, “não existe educação sem cultura, nem cultura sem educação”.

About these ads

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 14.606 outros seguidores