Os motivos e os objetivos da greve dos professores

Atenção! 

O motivo da greve dos professores foi o descumprimento pelo GDF do acordo assinado no início de 2011. Já os objetivos da greve, de forma bem resumida, são:

1 – Pelo cumprimento, por parte do GDF, do acordo assinado em 2011 que previa a reestruturação do plano de carreira com incorporação de gratificações e construção da isonomia com as outras categorias de nível superior;

2 – Plano de saúde;

3 – Nomeação dos concursados;

4 – Salário justo para os contratos temporários;

5 – Aumentos dos investimentos na melhoria da qualidade do ensino;

6 – Substituição da Lei de Responsabilidade Fiscal pela Lei de Responsabilidade Educacional.

 

About these ads

86 respostas para Os motivos e os objetivos da greve dos professores

  1. concurso 2010 disse:

    WD, nomeação dos concursados apenas até completar 400(sem efeito)?

    • Keike,

      O Sinpro luta historicamente pela nomeação de concursados para suprir todas as carências da SEDF.

      • jack disse:

        imagina só se todos os desconvocados e outros aprovados tivessem recebido apoio do Sinpro para estarem em suas vagas por direito. Seria muitos professores entrando animados e dispostos a combater os desmandos do governo.

        • Mais um ano... disse:

          Gente, a culpa não é do SINPRO, o prazo não se esgotou, entrar na justiça de nada iria adiantar, o juiz iria indeferir, pois tem o resto dos 2 anos e pode ser e será prorrogado. Caraca, qdo vcs vão entender isso? E aposentadoria não cria vaga imediatamente não, pois as demandas mudam ano a ano. Tem professor todo ano sendo devolvido, sendo obrigado a mudar de regional pq não tem vaga, caraca. Eu sei q é angustiante a espera, mas se ele não convocar ninguém além dos 400, vcs vão morrer na praia, agora a lei manda nomear os das vagas e não no cadastro de reserva. Desculpem-me o jeito, mas é q vcs não entendem o básico, o Sinpro luta, mas não tem meios de forçar o governo, ele chamou quase todos os das vagas, o resto, desculpem, é resto.

          • francisca disse:

            Me desculpe se eu estou sendo ignorante , mas o Sinpro diz com toda convicção que há vagas para professor, e sabemos que existem mesmo, todos os anos tem aposentadorias, que não estão sendo ocupadas. Se os aprovados estão se sentindo lesados, tem que correr atrás mesmo,pois se for esperar a boa vontade do governo eles irão” morrer na praia”, outra coisa, se não houvessem vagas, por que iriam convocar tantas pessoas e depois desconvocar? Jamais um secretário de governo iria cometer um erro tão grave! Vão mesmo, entrem na justiça, pois sei que intenção do governador é de não prorrogar o concurso, pois se assim o quisesse ele seria mais maleável ao tratar deste assunto. Boa sorte a todos que lutam pelo seu direito.

          • Nayara disse:

            “Mais um ano” ninguém está falando que a culpa é do SINPRO, a prorrogação é incerta, assim como o deferimento ou não pelo juiz. Além do mais, percebo que esta causa não é sua, então você ajudaria MUITO não criticando. O direito a nomeação é dos candidatos aprovados dentro das vagas imediatas E dos aprovados que estão com suas vagas ocupadas por CTs, além de outros casos. Falar que o SINPRO não tem meios de forçar o governo é pedir para desacreditarem da greve e serem coniventes com as imposições políticas. Ademais, concordo com seus apontamentos e peço paciência também da sua parte, pois cada um aqui está defendendo os direitos de uma categoria.

            • Jack disse:

              questão de paciência? Eu não estou impaciente. Estou falando sobre a greve atual e os pequenos detalhes. São nos detalhes que o governo nos trapaceia. No meu concurso e em muitos outros existia um número de vagas no edital e outro número de vagas no edital e uma numeração máxima dos que poderiam ser chamados. Chamaram todos da minha área bem antes do concurso acabar, pois existem vagas.
              Muitos professores foram devolvidos? ohhhh….vamos numerar:
              1- o número de alunos aumentou.
              2- escola integral vai demandar um número muito maior de professores, se não for apenas esta coisa ridícula de aluna ir pra escola só para comer.
              3- vagas de aposentadoria, exoneração e abertura de turmas.
              4- conhecimento empírico: tem escolas com mais de 30 vagas efetivas.
              5- o ano passado a comissão se afastou do Sinpro; e por mim azar o deles. O problema é que o interesse dos concursados é secundário, temos que ficar putos é com a ausência de professores efetivos em sala, pois isto privatiza a categoria.
              6- Estas pessoas foram convocadas pela Secretária, pois assim como nos outros concursas existia a necessidade, mas foram desconvocadas por que o governo não tem a educação como prioridade, e menos que 400 assumiram. Foram apenas 324, e destes eu conheço pelo menos 5 exonerações. E muitos dos concursados estão começando a realizar outros concursos, em breve nosso banco de “reserva” vai estar esburacado.
              7- A saúde, no qual ele finge investir, também não é prioridade; prova disto é que ele finge ter convocado muito mais pessoas do que realmente convocou.
              8- O WD esboçou um certo apoio no começo do movimento. Apesar das críticas que faço, foi ele quem mais teve iniciativa no Sinpro, seja lá quais forem os motivos.
              9- já escutei outros membros do Sinpro dizendo que temporário é temporário. Isso não é muito justificável. Se estes caras tivessem proteção do Sindicato, e lembrando que o governo em limites de contratação, eles poderiam estar na greve também. Eles são professores e tem o mesmo direito que o resto da categoria. A greve pela metade apenas nos divide.

              • Nara disse:

                Gostei do que vc disse, Jack. Acho vc inteligente e viril. Porém, acredito que o Sinpro ainda vai olhar com mais carinho para a causa dos concursados, afinal, sindicato existe para verificar e notificar as irregularidades do executivo…

          • bety disse:

            Pessoas não serão restos,a não ser que vc seja!

            • susana disse:

              Esse tal de “Mais um ano” demonstra ser uma pessoa muito grossa mesmo. Deve estar acostumado a ser resto.

        • david rocha disse:

          Esse era meu medo, ou seja, que os desconvocados tentassem levar o movimento para uma luta de uma minoria. A convocação é importante, mas não é e não pode ser a prioridade desta greve. Por favor respeitem também os direitos dos efetivos.

          Obs.: Se meu pai fosse mulher eu teria duas mães!
          Conheço professores novatos que estão furando greve, pois segundo eles a religião não permite.

          • Jack disse:

            acho que não existe uma pauta que seja prioridade. O governo precisa entender que nossa lista de reivindicações tem que ser totalmente cumprida. Não fomos nós que pedimos esmolas eleitoral baseada em promessas que não pretendia cumprir.

            Não somos aquele filho pedindo dez coisas para ganhar uma. O governador que assinou o acordo. E nossas vitórias serão uma vitória de toda a sociedade.

          • bety disse:

            Sr David Rocha!Vcs efetivos não respeitam os contratos temporários qdo permitem que eles façam o mesmo serviço que vcs,ou até melhor,ganhando a metade.Isso sim é falta de respeito sr efetivo,ou melhor não respeitam o nosso direito,qdo substituem para ganharem folga nas coordenações,aí o governo pensa que todo o aluno tem professor e divulga na imprensa que a carência é mínima.Parem de tapar os furos do governo e mandem os alunos para casa,pois só assim o governo vai ver a real carência.Os concursados não são inimigos de vcs,mas sim, são vcs amanhâ.

            • Adriane disse:

              Bety, você que não está respeitando os efetivos ao afirmar sem provas que estamos fazendo serviços ilegais. Acredito que se você conheça alguma escola que faz isso você deve denunciar e não ficar aqui atrás de um computador julgando o colega.
              Eu não sei de onde vocês “concursados” tiraram essa ideia de que temos vocês como inimigos, ou de que o sinpro também não luta por essa causa. Acontece que com essa revolta toda, já os vejo como “os fura-greve” de amanhã, dizendo que o sinpro não os ajudou e por isso não irão aderir a greve.
              Meu esposo também é aprovado do último concurso, mas posso te dizer que a culpa da não convocação até hoje é do governo e não do sinpro.
              Além disso, nenhum professor efetivo está fazendo greve por causa dos aprovados, como eu, que estou de greve e não é para meu marido ser convocado e sim pela campanha salarial, é só pensarem mais um pouco que irão descobrir que ninguém em sã consciência iria arriscar corte salarial para que vocês possam ser convocados.

            • Jackson Barreiros disse:

              não diga todos. eu sou absoluta, extremamente e irremediavelmente contra a atitude de manter os alunos na escola sem ter aula. Por serem nossa responsabilidade os mesmos não devem ficar sozinhos. Até subir aulas eu odeio. Mas a alternativa de deixar 40 jovens em sala com muito bullying e destruição do patrimônio público não é opção. Existem diretores que inventam as mais diversas táticas para ficarem bonitos na hora das avaliações na Regional. Coisas do tipo: ‘Meus alunos tiveram duas aulas e ficaram na escola até o último horário…”

              tradução: o aluno que vai para escola para não estudar está ensinando o que não deve.
              Professores efetivos já. E depois de convocar todos, novo concurso para preenchimento das próximas vagas efetivas.

          • susana disse:

            Deixa de ser bobo! A greve não precisa ser só por um motivo!

      • concurso 2010 disse:

        wD, obrigada pelo apoio e desculpem a pergunta mal formulada!
        Isso mesmo! NOMEAÇÃO DOS CONCURSADOS!

        • Rosinha disse:

          Sou efetiva na SEDF desde 1999 em atividades. Meu concurso foi de 1997. minha classificação não me dava esperança de ser chamada. Fiquei até surpresa à época, já trabalhava na rede particular porque não esperava uma vaga. Entrei numa reconvocação geral e, ao que me consta, naquela época todos foram chamados. Só não assumiu quem não quis. Acredito que seja má vontade do governo sim. Porque o quadro hoje é ainda melhor. As vagas existem. Os contratos estão ocupando. Muitos desses aprovados em concursos sabem que estão em vagas que poderão ser suas definitivamente. Mas sai mais barato pro governo pagar hora aula. Uma forma ridícula e humilhante de pagamento criada pelo governo Arruda que, inclusive o PT tentou combater à época. Mas, agora que o PT é situação, também achou conveniente usar desse artifício para pagar menos. A lei da gestão compartilhada foi revogada e, se nela estava esse artigo quanto ao contrato, também este não tem mais validade. Logo, só falta mesmo boa vontade do governo, que diga-se de passagem, não tem cumprido qualquer compromisso, além de demonstrar que os colegas que estão no poder, não estão sabendo o que fazer com ele.

          • Jack disse:

            exato Rosinha. Chamo isso dos pequenos detalhes que o governo tem utilizado para perceber que pode montar na categoria.

            e somo mais duas coisas: muitos dos que estão entrando também estão saindo, pois a Fundação está lotada de problemas e não paga bem. Outros que nem entraram já estão estudando para outros concursos ou já foram aprovados (prova disto é que de 400 ou mai que o governo chamou apenas 324 assumiram). Está tudo muito caótico. Eu não desejo deixar de ser professor, mas não quero passar a vida parecendo que estou pedindo favores para a sociedade e o governo.
            Minha esposa está na lista dos aprovados. Matemática. Ela é muito mais inteligente do que eu e vai fazer um concurso Federal para professora. Se ela passar, por um lado não terá que passar pelas humilhações que passamos no DF, vai receber bem mais com a sua pós-graduação; mas por outro verei mais uma ótima profissional ir embora. E cada vez a escola pública será enfraquecida e vai me fazer ficar com a sensação de que poderíamos ter feito muito mais pela Educação neste país; mas que o secretário cara de sapo e o governador gnomo esconde-ouro não permitiram.

  2. Cesar Ricardo disse:

    O item 06, apesar de fundamental, seria um item novo na pauta?

  3. Elaine Frois disse:

    Tá aí a resposta deste governo ao item 1:
    “O GDF reafirma que não houve descumprimento de compromissos assumidos com a categoria, considerando que em 24 de outubro de 2011 foi apresentada proposta financeira, assegurando a reestruturação da Carreira em 03 etapas, conforme acordo feito em 13 abril de 2011, o que foi levado ao conhecimento da categoria em Assembléia, realizada no dia 26 de outubro de 2011, tendo sido a proposta rejeitada”
    A primeira resposta da categoria já foi dada no dia 08/03: GREVE! Agora vamos dizer a população do DF que não é bem assim!!!

  4. Nara disse:

    O governo merece toda essa manifestação.

  5. cinthia26 disse:

    WD,

    O GDF afirma que nós, temporários, estamos recebendo nos moldes dos professores efetivos, no entanto, o que notamos neste mês é que o pagamento continua sendo feito no sistema de hora-aula. Você tem alguma informação mais concreta em relação a isso?

    Desde já obrigada!
    Cínthia

  6. Novamente vou perguntar: Você só responde as perguntas do Professores eftivos e para você contrato também não conta?!Já pergutaram várias vezes e você nada.Como fica os professores de CT com a greve, se pararmos (aderirmos a greve) vamos receber ou nosso pagamento é cortado já q recebemos hora/aula.

  7. CLAYTON disse:

    CHEGUEI EM CASA AGORA ,E AO DESCANSAR PENSEI!!!!NAO POSSO ,SEM ANTES COMENTAR O QUE ACONTECEU HOJE.EM REUNIAO COM OS CONTRATOS TEMPORARIOS ,A DIREÇAO NOS PASSOU O SEGUINTE: VOCES TERAO QUE TRABALHAR MESMO COM A GREVE,E DEPOIS REPOR AS AULAS JUNTO COM OS GREVISTAS.PERGUNTO:
    SERA QUE VAO ME PAGAR DOBRADO,JA QUE RECEBO POR HORA AULA?
    QUE QUE EU TENHO HAVER SE OS ALUNOS NAO ESTAO NA ESCOLA, E EU ESTOU LA?OBRIGADO LOGICO!!!!
    O QUE ESSE GOVERNO PENSA ,CONTRATO E CACHORRO,ESCRAVO,LACAIO……
    PELO AMOR DE DEUS NOS SOCORRAM!!!EU ESTAREI NA ESCOLA CUMPRINDO MINHA OBRIGAÇAO POR IMPOSIÇAO,MAS REPOR O QUE JA FIZ!!!!!!!?????VAI SER UMA BRIGA FEIA,E CONTO COM TODOS VOCES AMIGOS TEMPORARIOS!!!!BOM FIM DE SEMANA !!!!E AOS GREVISTAS CONTINUEM E NAO SEJAMOS MAIS ANALFABETOS POLITICOS!!!ELEIÇOES ESTAO LOGO LOGO AI!!!

  8. letícia disse:

    E sobre a reunião com os diretores na EAPE, alguem sabe informar como foi.

  9. César disse:

    O Secretário falou tudo o que Agnelo tem falado nas entrevistas. Orientou aos diretores que esclareçam aos professores os motivos de não poder conceder o aumento.Enfim, blá, blá, blá…

  10. ROBERTA disse:

    Boa noite WD, me corrija se eu estiver errada, o cadastro reserva é para preencher as vacâncias geradas pelas exonerações, aposentadorias e outros casos que geram vacância. a quem esse maldito governo ta querendo enganar com esse papo de que não tem carência. e outra coisa tem que falar nas escolas as quais o maior nº dos professores são em regime de contrato temporário.não pode ficar só nisso de que falta professor.falta professor para substituir as carências mais curtas parque estão em vagas que seria ocupadas por efetivos.
    Obrigada

  11. Roberta disse:

    E a licença prêmio????

  12. lucierida disse:

    contrato pode fazer greve?

  13. Aprovada e trabalhando como temporária...de novo disse:

    WD, por que vc não responde às minhas dúvidas? Hoje sou CT, já fui efetiva um dia e serei brevemente, preciso me sindicalizar? Sempre participo de seu blog, se não gosta de minhas perguntas me retiro ok?

  14. Wallace disse:

    Washington, eu não pretendo fazer greve e tenho avisado todos os meus alunos que haverá aula normal da minha disciplina. Se durante os dias que eu trabalhar, menos de 50% dos alunos comparecerem, estes não serão considerados dias letivos, Mesmo que eu dê aula para aqueles que estavam presentes? E preciso de uma resposta urgente

  15. GREVISTA RADICAL disse:

    Esse Governo já esteve do outro lado, ou melhor do nosso lado a quando era oposição aos governos antigos, daí a vantagem que ele tem: conhece as força de seu inimigo hje, por isso sabe nossas limitações e até aonde podemos chegar. Hoje, o GDF ( vi pelo Jornal da Band) que a partir de segunda-feira o ponto já seria cortado. Detalhe a P Civil passou muitos dias e a ameaça de cortar veio muito depois. Agnelo ou melhor o PT parece que apenas uso a educação como plataforma pra chegar ao poder, apenas isso.

    • Mais um ano... disse:

      Afinal, somos 27 mil professores desesperados! É a lei de mercado do capitalismo famigerado, como tem muita oferta de professor querendo trabalhar a qualquer custo, um grande exército de reserva ( p quem não sabe o capitalismo mantém um exército de reserva de mão de obra como reguladora de preços, por isso o emprego não pode ser pleno), ele pode pagar pouco pq vai ter famigerados querendo trabalhar por uma migalha, pq médico estão pagando 14 mil? Pq ninguém quer trabalhar c condições inadequadas, prontos-socorros lotados, carga horária excessiva, agendas lotadas, imaginem se eles cometem um erro por cansaço? Acabou a carreira dos mesmos.

    • Suzana Rodrigues disse:

      Grevista Radical,
      Não devemos nos preocupar com o ponto, já que não trabalhamos não recebemos. Devemos focar em termos uma greve forte. Espero que a partir de segunda, pelo menos 80% dos professores estejam de braços cruzados. Isto sim, fará o governo mudar de ideia.

      • Professora disse:

        Infelizmente vejo que isso não irá acontecer,em muitas escolas de Samambaia os professores não irão fazer greve alguma,ao contrario irão trabalhar como se nada estivesse acontecendo,tudo por medo de não ter dinheiro ao final do mês.Na escola em que trabalho como contrato na 431 de Samambaia apenas 6 professores irão participar da greve.

  16. Mais um ano... disse:

    Gente, eu entendo o q vcs querem dizer. Mas na boa, o governo seguiu a lei, vou explicar. Fez o concurso, chamou a quase totalidade das vagas, faltam alguns conforme me foi dito por uma colega CT e na área de educação as carências são sazonais, ou seja, não são as mesmas todos os anos, depende da demanda dos alunos, então aposentou um professor de geografia e não é automático chamar outro de Geografia não. Pode haver professores de 20hs que ampliem a sua carga e supra a falta ocasionada pela aposentadoria. E tem ainda o seguinte, a grande maioria dos professores efetivos, fazem sempre uma 2ª graduação, justamente p poder se movimentar na rede. Minha área tem de sobra, pego e vou fazer a 2ª licenciatura e obtenho outra habilitação e, no concurso de remoção a ocupo e foi de um professor q morreu. Entenderam? Se é certo ou não, não sou eu quem decide, mas é assim q a banda toca.

    • Profa LP disse:

      Mais um ano, vc se engana quando diz que a justiça não nos concederá “vitoria” quanto as convocações, pois 10 pessoas que recorreram a ela estão ganhando em todas as instâncias(este mês será julgada a última). Outra coisa, com mais de 40000 novos alunos este ano, mais de 2000 aposentadorias(2010 e 2011), vc realmt acredita que há profs para serem remanejados… Para suprir tamanha carência? Entendo seu ponto de vista, mas vc está equivocada. Abc.

      • Jack disse:

        Digo o mesmo. E o número de vagas no concurso está adulterado. Eu entrei no concurso de 2008, e após mais um concurso para matemática e português ainda existem vagas em minha escola. Não ocorreu concurso para História em 2010, mas ocorreu novamente para Português e Matemática. Por que existiam mais vagas para serem preenchidas e ainda existem; só um cego finge não ver. Pois mesmo com o retorno dos que estavam deslocados continuamos sem professores em algumas escolas. A secretário deveria publicar todas as vagas existentes, todas as aposentadorias, todas as turmas. Se não faz isso é porque quer pagar menos para os temporários, muitos deles ocupando uma carga efetiva que deveria ser sua.

      • Mais um ano... disse:

        Prof, eu falo por já ter entrado na justiça p ter minha nomeação, se não esperar o pazo final do concurso é gastar c advogado à toa. Agora, se quiserem gastar os advogados irão agradecer. Por isso não à nada de equívoco em minhas palavras.

    • Roblim disse:

      Prá ajudar o Agnelo a reduzir custos deveria propor a ele reduzir o seu salário, já que voce defende tanto o governador, inclusive não deveria cobrar os direitos advocaticios.

  17. Fê_Brazlândia disse:

    Centro Educacional 03 de Brazlândia Noturno – Todos os professores em Greve – Efetivos e Contratos Temporários. Momento de Luta!!!!

  18. Oliver. X disse:

    Caríssimo WD Procede o que o colega ” Mais um ano” está falando? Eu mesmo com meus quase 20 anos de carreira nunca ví uma coisa desses! @@. Abraço.

  19. Oliver. X disse:

    Perdão… é “dessas”.

  20. João disse:

    WD por favor me responda. Sendo a nomeação de concursados um dos objetivos da grave te pergunto: como se dá esse processo? Nesse caso específico vocês lidam com dados concretos como por exemplo uma quantidade x de nomeações em uma data prefixada sendo tudo isso documentado ou vale a promessa do gdf.

  21. Giulio disse:

    CEF 07 de BSB, Todos parados!!!!

  22. Professor Girafales IP 187.... disse:

    Tá tudo muito bom!!! Tá tudo muito bem,mas os pôfessores de contrato?????
    De cada 10,um total de 9 fêssores de cumtrato dizem que vão trabaiar!!???
    Estão falando incrusive em “greve branca”.
    Cadê os piquetes?? E a pressão dos efetivos??? E os dirigentes sindicais??
    Furar o movimento é o fim da picada!!! Será que depois de véio,barigudo e cheio de cabelos brancos e dívidas vou ter que ficar em porta de escola impedindo que alguns”dondocos” e “dondocas” façam uma assembléia soberana ir por água abaixo???Pro ralo???
    Com a palavra a mesa diretora….

  23. Laura-desconvocada disse:

    Paranoá e São Sebastião,obtive informação que no banco de CTs não há mais candidatos, foi esgotado!Lógico foram lotados em vagas efetivas! Agora as vagas realmente de CTs serão ocupadas por substituições de coordenadores e professores em troca de folgas!Isso é uma vergonha!Como mentem esse governador e seu secretario e o pior que tem colegas que acreditam!!!

  24. iorgios disse:

    CEM Paranoá: Todos parados!!!

  25. Elaine Frois disse:

    Frase que ouvi de um professor, que provavelmente, não irá paralisar: “não faz diferença o coordenador paralisar”!
    Aff, sem comentários…

  26. Elaine Frois disse:

    Exmo. Senhor Secretário (professor) Denilson
    Com todo respeito, sugiro:
    Ao invés de dizer que cortará o ponto dos professores que estão na luta, convoque uma reunião com nosso representante legal (SINPRO) e apresente uma nova proposta. Plano de Saúde, quando sai do papel? Auxílio transporte? Médico tem e professor (como eu) que trabalho a 18 km da minha casa nem vale-transporte serve (acabo pagando pelo mesmo) e agora com esse trânsito caótico (EPNB) estou gastando ainda mais de gasolina, fora a prestação do carro, cheguei à parcela de nº 60 aos “trancos e barrancos”. Detalhe: carro nesta cidade não é luxo, é necessidade! E quando repetem que o professor do DF é o mais bem pago do Brasil?! Estou cansada da mesmice dos discursos.

  27. Rosinha disse:

    EC50 de Ceilândia. Só os contratos não pararam.
    Greeeeeeeeevvvvvvveeeeeeeeeeeeeeeeeeee….

  28. Neto disse:

    WD, o SINPRO tem q deixar claro para a população do DF, q a greve não só se refere a reajuste salarial, mas outros motivos, pois a mídia anda esculachando os professores, devido a Lei de Responsabilidade Fiscal.
    Fica o alerta, solicita um momento nos programas de TV do DF, para poder deixar claro para o povo, quais são as reinvidicações, e mais uma vez desmentir o GDF.

  29. Lico disse:

    Incrível ver Coordenadores, que até bem pouco tempo pareciam lutar ao lado dos professores, pressionando aqueles que não entravam em greve, fazendo piquete e neste momento pressionar para que professores das cre’s não exerçam o direito da greve.

  30. CLAYTON disse:

    Bom dia caros colegas!!!Dormi bem,mas minha indignaçao nao acabou.Como relatei ontem sobre o absurdo que ouvi,sobre os CT,e ridiculo alguem falar para vc que nao podera fazer greve ,tera que fazer hora na escola, e por fim repor aulas nas quais vc esteve presente em seu horario de trabalho!!!!Socorro!!!!!!!!Nao estou suportando maisssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!VIVA A DEMOCRACIA!!!VIVA O PARTIDO DOS TRABALHADORES!!!!!VIVA O BRASIL

    • Bete disse:

      Caro Clayton sou professora de CT e já que não posso fazer greve darei minhas aulas normalmente. Já avisei aos meus alunos que estarei na escola cumprindo meu horário e os meus conteúdos . Talvez eu tenha que rever as avaliações, portanto não existe essa de repor aulas se eu estou cumprindo com minhas obrigações.

      • Fê_Brazlândia disse:

        Acontece Bete que em muitas escolas os alunos não vão. Como é que vc dará aula sem alunos??

      • CLAYTON disse:

        cuidado colega estao querendo nos obrigar a cumprir o horario e depois repor!!!!!abra o olho

        • Jackson Barreiros disse:

          se o alunos não foram devem levar falta. O governo que se vire para explicar porque o aluno terá que assistir aulas por dois dias. É uma bagunça, não? A categoria precisa de esclarecimentos sobre o corte do ponto, para que a greve seja pela maioria de votos na escola. Assim quem não for grevista que vá se reunindo em outra escola. E que os temporários possam aderir ao movimento sem medo de represálias.
          Isso organizaria a reposição de aulas. E as reposições serão nos sábados. Podemos arrastar os pais para escola.

          Também é preciso criar alternativas para os professores que estarão impossibilitados de repor nos sábados, devido a religião ou outros fatores. Podem ser realizados passeis muito construtivos em turno inverso, entre outras centenas de possibilidades. O Sinpro deve estudar e incentivar as mesmas.
          Esclarecimentos vão gerar novas adesões ao movimento.

  31. Roberta disse:

    Devia constar na pauta de reinvindicações o direito de usufruir da licença prêmio dos professores.

  32. João Moreira disse:

    A greve é justa e até manifestação da justiça em contrário, ela é legal. O Governo comete abuso ao falar de corte de ponto. Só teria esse respaldo após o tramite nas esferas judiciais. Até lá a greve não pode ser considerada falta, pois ela é legitimada por lei constitucional (a mesma interpretação contempla o estágio probatório). Nesse caso, não se coloca falta na folha de ponto, mas sim o código de greve ou paralisação. A situação que nos encontramos é a seguinte: o trabalho foi suspenso pela greve. Por isso é importante agirmos dessa maneira, caso concretizada a ameaça do governo:

    1. O diretor (ou membro da direção ou equipe administrativa da escola) que colocar falta e cortar o ponto deve ser denunciado, mesmo que atendendo a pedidos superiores;
    2. O gestor ou burocrata que ignorarem o código de greve e lançarem faltas generalizadas (tal como foi feito em larga escala na Greve que acontece em Goiás, lá até quem estava de licença médica teve cortado o ponto), deve ser denunciado;
    3. O Secretário (de Educação, de Administração ou grupo do governo), se ordenarem essa prática ilegal, devem ser amplamente denunciados e duramente combatidos em todas instâncias que dispomos em nosso campo de luta;

    A questão está clara: o Governo poderá usar todos os métodos abusivos e sujos para tentar derrotar o nosso movimento paredista, entre ameaças, perseguições, assédio moral, cooptação de lideranças, manipulação da grande mídia, instrumentalização dos diretores para dissuadir professores da greve (principalmente os indicados até a 1ª votação após Gestão Democrática), suspensão de salário ou corte de ponto, além das pessoas que já se utiliza infiltradas no movimento que lhes antecipam todas as estratégias.

    O recado que deve ser dado para o governo deve vir no mesmo tom ameaçador:

    “SE CORTAR O PONTO NÃO HAVERÁ REPOSIÇÃO!!!”

    O trabalho é remunerado e deve ser pago. Se não há falta ao trabalho (greve não configura falta), não há o que cortar o ponto – o que descortina a ilegalidade do Governo (paradoxalmente é o mesmo governo que defende a legalidade da Lei de Responsabilidade Fiscal) ou, no mínimo uma clara ameaça com claro intuito de dissuadir a greve, coagindo os professores a volta ao trabalho.

    Outra coisa importante para ficar claro: se o Governo ousar cumprir sua ameaça de corte de ponto e os professores se recusarem a repor as aulas (estariam desobrigados porque não receberam a remuneração referente aos dias cortados), nesse caso, quem vai responder ao ministério público e sofrer as penalidades pelo descumprimento dos 200 dias letivos previstos na LDB será o Governo.

    Nosso lema a partir de agora deve ser: “cortou o salário, não tem volta ao trabalho, não terá reposição de aulas e também não estaremos obrigados a cumprir os 200 dias”

  33. cinthia26 disse:

    WD,

    O GDF afirma que nós, temporários, estamos recebendo nos moldes dos professores efetivos, no entanto, o que notamos neste mês é que o pagamento continua sendo feito no sistema de hora-aula. Você tem alguma informação mais concreta em relação a isso?

    Desde já obrigada!

    (meu comentário anterior não foi moderado)

  34. Francisco disse:

    Em outras palavras, porque os professores farão greve:

    1 – Porque a remuneração é baixa;
    2 – o auxílio alimentação (R$ 304,00) é vergonhoso;
    3 – o minguado auxílio-creche (R$ 85,00, com desconto) não é reajustado a mais de uma década;
    4 – porque não tem plano de saúde;
    5 – as escolas estão sucateadas e com pouco recursos;
    6 – por causa das promessas que não estão sendo cumpridas;
    7 – das condições de trabalho;
    8 – do espaço, da falta de recursos tecnológicos;
    9 – da ausência de política de valorização da carreira;
    10 – falta de prioridade e investimento na construção de escolas com espaços e estruturas adequadas para dar aula, para alimentação e prática de educação física.
    11 – para chamar a atenção da sociedade;
    (…)

    Enfim, não fazer essa greve é aceitar que as coisas continuem praticamente como estão. Não sou professor, mas apóio a greve de vocês por isso e por muito mais.

    • Junior (GEOGRAFIA) disse:

      Vc esqueceu de colocar a situação vergonhosa de pagamento dos CONTRATOS TEMPORÁRIOS….

      • Jack disse:

        Junior, o cara nem é professor. Fez uma ótima lista. Parabéns. E obrigado pelo apoio. É com este tipo de incentivo que continuamos lutando, mesmo tendo outras opções mais vantajosas de vida.

  35. Respeito em primeiro lugar disse:

    Acima um colega criticou o fato de alguns professores estarem furando a greve devido a religião.Vamos manter um mínimo de respeito entre nós.Esses colegas, adventistas do sétimo dia, não trabalham aos sábados,portanto não poderão fazer as reposições.Tenham mais cuidado ao fazerem comentários do tipo…

    • david rocha disse:

      Respeito e muito os adventistas e não me referi a eles, mas mesmo assim perdão. Só queria falar que as desculpas são várias e essa pessoa que fura greve não é adventista e nem mesmo protestante.

  36. Cíntia disse:

    Essa luta deveria ser dos PROFESSORES, mas pelos comentários vejo que querem que seja apenas dos professores efetivos. Sou professora substituta e aprovada no concurso e apoio todas as reivindicações dos efetivos. Acredito que lutam por justiça, mas é chato ver a desunião. Quando todos fizerem parte de um mesmo grupo teremos mais força. Estive na assembléia, vou ter meu dia cortado, não vou ter o pagamento desse dia e serei punida com corte de parte do meu pagamento da semana e estou preparada para no próximo dia 14 estar com vocês professores por NOSSA LUTA POR RESPEITO. Quando todos nós formos respeitados a educação será melhor, tanto faz se é professor efetivo, contrato temporário ou concursado. Estamos caminhando lado a lado e sofrendo juntos com esse “desgoverno”.

  37. Marcelo disse:

    Muito bem, o que mais vejo aqui são verbetes de efeito. Será mesmo que pelo menos 10% dessas pessoas realmente vão parar??? Sugiro às comissões construidas nas regionais segunda-feira que passem em algumas escolas em Ceilândia para averiguar a realidade. Na escola onde leciono ninguém vai parar. Dá nojo, sem brincadeira

  38. Junior (GEOGRAFIA) disse:

    Washington Dourado, e colegas PROFESSORES…..

    No site da SEDF, eles colocaram um recado sobre tudo que eles fizeram em nome da nossa classe nós ultimos tempos…

    Mais vejam isso:

    “”…Além disso, no ano de 2011, foram atendidas diversas reinvindicações históricas da categoria, dentre elas:…””

    Entre varias… Li essa, e achei TOTALMENTE desculpem o termo, mais achei muito “SAFADA” postarem isso..

    No intem 9. Pagamento dos professores contratados temporariamente nos moldes dos professores efetivos;

    Cara, desde quando? 2011? Que mentira safada essa…. Todo mundo sabe que recebemos por HORA AULA, então, como assim recebemos nos moldes dos professores efetivos???

    E por isso que a greve ocorre, e muita MENTIRA…. Pilantragem…..

    Lamentável!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Jack disse:

      e o governo pode alimentar mentiras, pois está pagando ótimos marketeiros. Precisamos dar o troco. Quem topa fazer peça de teatro no metrô e na Rodoviária?
      Que ideias de manifestações estamos criando WD? além das reuniões por regionais?

      • sandrinha disse:

        apoiadíssimo Jack!!! eu topo…

        • Jackson Barreiros disse:

          roteiro: podemos utilizar um daqueles bonecos de Olinda com o Agnelo dando golpes pela cidade como se fosse um daqueles duendes ranzinzas escondendo o pote de ouro. Colocar uma série de referências sobre filmes clássicos. Se não rolar o teatro que encontremos um bom desenhista para fazer uma revista de sátiras. Com os fundos podemos reformar escolas e denunciar as mentiras do governo.

          “_Filho…com que frequência tem um político roubando sua escola”
          “_O tempo todo pai”

          Vamos lá professores de artes, vocês são muito mais criativos.
          Peças na torre de TV, na rodoviária, no parque da cidade e no centro das maiores cidades.

          Nenhum dos últimos governos de Brasília (na verdade todos eles) prestaram. Chegou a hora de tomarmos uma posição de não apoiar governador nenhum e ficarmos com o papel de vigilantes da ordem e da Justiça. Pois nós somos professores e lutamos pela educação e bem estar da sociedade. Deputados, juízes e advogados tem cuspido na Constituição todo o tempo.

    • Nara disse:

      Pilantragem desse desgovernado e de seu grupo incompetente.

  39. Cesar Ricardo disse:

    O Sr Denilson, ex-sinpro, e o desgovernado Agnelo disseram que cumpriram com 90% do compromisso conosco. Eles aprenderam a mentir com quem, com o Arruda? Assim tanto faz, Roriz, Arruda, PT…

    Desse jeito esse governo petista,pmdb cair´´a sem deixar vest´´igios por um bom tempo no DF.

  40. Giselle disse:

    Como assim substituir a LRF? Vc não quer dizer criar outra para atender a educação? Não entendi…

  41. Giselle disse:

    Ah, a mídia esculacha todo mundo que vai contra o GDF pq ela recebe muiiiito bem pra isso. Alguém já viu o Correio Brasiliense e o DFTV falarem mal do governo? Não é reclamar da falta de água não… é criticar as atitudes e a ausência delas.
    O governador atual é uma pessoa sem o menor caráter, entre sua palavra e o nada, o vácuo vale mais. Não cumpriu os acordos feitos nem com os professores, nem com a polícia, nem com o metrô e outras categorias.
    Aliás, que #$&* é que ele faz na posição de governador???
    É um AGNULO mesmo!

    • Jackson Barreiros disse:

      eu já vi o DFTV falar muito mal do governo. defendeu que a maior parte das secretarias nem deveria existir.

  42. EC 06 e Ceilândia:
    de cerca de 40 professores, apenas 4 de greve…

  43. Professora disse:

    Que vergonha,o que fiz com meu precioso voto!

  44. Joana disse:

    Pessoal,

    Vamos fazer igual Egito, Italia e etc vamos as ruas brigar, vamos pedir que esse governador entregue seu mandato, nos podemos. Imaginei, Fora Agnulo, Fora, Fora, Juntos podemos! Governo Safado..

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 14.601 outros seguidores