Retrocesso na liberação de licença prêmio para gestantes

Estamos recebendo várias reclamações de professoras gestantes que tiveram a solicitação de liberação da licença prêmio junto com a licença maternidade negada. Este é um RETROCESSO da atual gestão da Secretaria de Educação.

Foi com muita dificuldade que o Sinpro conquistou este benefício para que as professoras gestantes pudessem ficar mais tempo com seu bebê. Assim, a professora poderia tirar na sequência a licença maternidade, a licença prêmio e férias. Agora a SEDF está negando esta possibilidade com a justificativa de que falta professor substituto. Uma absurdo! A resposta é só essa? E as professoras, ficarão no prejuízo? E esta gestão vai ou não vai contratar mais professor?

Vou propor à Diretoria do Sinpro que convoque todas as professoras que estão nesta situação para realizar uma manifestação na porta da Secretaria, com imprensa e tudo.

Por: Washington Dourado

About these ads

20 respostas para Retrocesso na liberação de licença prêmio para gestantes

  1. Kell Vasques disse:

    Tal benefício foi concedido pelo governo Arruda, na gestão do secretário José Luiz Valente (só pra registrar!). Como tantos outros benefícios ganhos naquele governo, sem desgaste para a categoria. Mas os governos petistas são marcados por gestão de retrocesso, principalmente para a educação. E ainda faltam 31 meses para esta gestão. Resta perguntar: Será que os professores lembrarão desses fatos, quando chegada a hora das urnas em 2014?

    • Gadelha disse:

      E ainda, professor Kell, essa turma quer apagar da história benefícios concedidos por outros governos. Não tenho palavras: práticas stallinistas puras! E mais – fosse isso em épocas passadas, a “caravana dos éticos estaria nas ruas” – fora fulano, fora beltrano!

    • Angélica disse:

      Kell, esse benefício, ou melhor, direito não foi mérito do governo Arruda não! Em 2004 eu fui beneficiada nessa questão. Foi nesse ano que publicaram uma portaria, uma lei, sei lá o quê, que permitia que a professora poderia gozar a LP após a LM.
      Agora, PASMEm colegas: na época, quem me acompanhou pessoalmente pra resolver isso, foi o DENILSON, então sindicalista. E hj, ele tem coragem de compartilhar dessa maldade? Tsc, tsc, tsc…

  2. Benedita disse:

    As professoras nessa situação não têm condições pra esse tipo de protesto, seria desgastá-las demais. Há como operar em outra frente de protesto e o sinpro tem esses instrumentos, então sugiro, WD, que consulte os membros da diretoria que tratam de assuntos jurídicos e os advogados a serviço do sinpro (que são muito bem remunerados) pra verificar como fazer pra garantir o direito à licença prêmio destas colegas. Garantindo-se o direito de uns, abrimos precedentes para que muitos outros o conquistem, ou vice-versa, se permitirmos que o direito de uns seja caçado, outros muitos serão afetados!!!!!

  3. Alessandra Figueredo disse:

    ISSO REALMENTE É UMA COISA ABSURDO!!!!ESTAREI PRESENTE A ESSE ATO COM CERTEZA!!!!!!

  4. ProfGamaAbismado disse:

    A verdade sobre o meu pedido de saída do CED08 do Gama

    Eu, João Rosa Borges, professor aprovado em concurso da SE em 29/04/86, DECIDI diante da agressão verbal sofrida hoje, 31/05/2012, por parte do diretor da escola, pedir a minha devolução junto à coordenação regional de ensino. Desde o ano passado eu venho sofrendo chantagens por parte do diretor para que eu pedisse a minha devolução, caso não o fizesse, seria aberto contra mim uma sindicância.
    Ontem após a visita do coordenador da CRE Gama à escola informando ao grupo de que seria aberto um processo de sindicância contra o diretor e vice, motivadas por uma denúncia anônima feita via e-mail, que relata fatos graves ocorridos na escola, nos quais não é citado uma única ocorrência que envolva professores, o clima piorou e criou-se um momento delicado, onde alunos se rebelaram e trancaram os portões da escola. Diante do fato, como pai que sou e professor preocupado com a integridade física dos alunos, liguei para o 190, me identifiquei, dei o número do meu celular e solicitei que fosse enviado policiamento para garantir a ordem e o patrimônio público.
    Hoje, dia 21/05/2012, por volta das 7:20 horas, o diretor da escola, diante da maioria dos professores do matutino, começou a proferir palavrões contra a honra do coordenador da CRE-Gama e ao final, quando disse que era eu que tinha ligado para o 190, se voltou contra a minha pessoa e começou a dizer que o diretor da CRE-Gama era meu padrinho e me protegia, pois tinha pedido para abrir uma sindicância contra mim e a mesma estava parada. Disse que eu, ao telefonar para o 190, estava usurpando as funções da direção e que devia ser eu o diretor da escola.
    Sempre fui ético e todas as minhas críticas contra a condução da escola foram feitas nas reuniões de coordenação e jamais tive alguma participação nas denúncias postas no e-mail.
    Agora pergunto aos pais e mães dos alunos: – Seria necessário acontecer uma desgraça antes para depois acionar a policia? Ou o objetivo do tumulto era esse?
    Quantos às denúncias, infundadas ou sem provas, cabe ao diretor e vice provar que as mesmas não são verdadeiras. O judiciário está aí para garantir o amplo direito de defesa e a perseguição contra servidor “A” ou “B” não vai resolver a questão.
    Agradeço o apoio do grupo, dos pais e dos bons alunos, sobre o meu trabalho no CED08 do Gama, mas nesse momento, não existe o menor clima para que eu pudesse continuar a realizar o meu trabalho, na presença da atual direção.

  5. ProfGamaAbismado disse:

    O que acontecerá no CED08 a partir de agora não me diz respeito. Peço apenas aos bons alunos que não se metam em encrencas desnecessárias e evitem os tumultos. Se houver algo a ser apurado, que se apure com serenidade. O judiciário está de plantão para conter os abusos. Afastar-se do cargo, diante de denúncias, infundadas ou não, é o rito processual normal. Ninguém está sendo condenado por antecipação, mas é necessário que a pessoa se afaste para manter a lisura nas apurações. Caso nada fique provado, mais uma vez o judiciário deverá ser acionado, dessa vez para reparar a honra atacada de forma errônea. Esse é o processo, essas são as minhas ponderações. Minha nova casa escolar agora é o CEF11 do Gama. Obrigados a todos, com os quais, tive a honra e a oportunidade de partilhar e compartilhar um pouco dos meus sonhos de pai e educador de vanguarda.

  6. lisie disse:

    WD, por favor divulgue que a solenidade de posse foi cancelada!!! porém, o cronograma de posse permanece inalterado.

  7. Jairo Andrade disse:

    Quando será liberado licença prêmio para professores em regência de classe!!!!!!!!!!!!!!!!

  8. Meire disse:

    WD,

    Estou de LTS e fiquei sabendo que um professor efetivo ocupa minha vaga.Algumas colegas questionaram o motivo de um efetivo ocupar a vaga de outro e a direção disse que eu, por estar de licença por sessenta dias( 06/05 a 06/07 com perícia para 07/07/2012) não volto este ano. É possível isto??

  9. Priscila (indignada) disse:

    Fui nomeada na ultima chamada do governo e na perícia fiquei sabendo que não poderai tomar posse pois tenho um bebê de três meses, tenho que esperar ele completar seis assim terei direiito a posse. Essa é uma lei complementar de12/2011 que retirou o direito de gozar a minha licença fazendo parte do quadro. O que me indigna é que estou desempregada(diga-se de passagem por causa da desconvocação dos aprovados de 2010) e o INSS só me paga um beneficio durante 4 meses e vou ter que esperar 6. Ou seja durante dois meses fico completamente desassistida, quando acredito que seja um direito meu, ja que fui aprovada e nomeada no concurso.

    Mais um retrocesso do governo Agnelo!!!!

  10. Franciene disse:

    Que pena! Um debate tão importante, mas devido a manifestação de outros assuntos, enfraqueceu o debate, acredito que devemos falar sobre esse assunto ainda que não faça parta da nossa vivência pessoal. Sei que todos têm o direito de desabafar, pedir ajuda…, mas o fórum tem uma proposta muito importante, portanto peço que o retomemos o assunto.

  11. De olho... disse:

    Negar Licença Prêmio para as mães é um grande absurdo, mas não posso deixar de falar que negar a Licença Prêmio para qualquer professor que deseja usufrui-la também é um absurdo!!!
    Qualquer servidor do GDF tira a sua licença, porém os professores nuncam conseguem!!!
    Não quero deixar a minha para a aposentadoria!!! Quero usufruir deste direito!!! Fico indignado com isso!!!
    Temos que deixar de falar que não podemos sair porque os alunos vão ficar sem aula, não tem quem substitui, 200 dias e outras desculpas, nós mesmos nos detonamos!!! O SINPRO tinha que entrar com uma ação na Justiça sobre esse assunto (talvez até já entrou). Tratamento igual a todas as categorias do GDF! Este tem que se virar para substituir o professor!!!

    • Rosa disse:

      E “PARABÉNS” ao SINPRO , que sequer cogitou falar de licença-prêmio em 54 dias de greve! Deveria ter sido uma reivindicação tbem!

      Agora está aí o problema!

  12. Professora Alarmada do Gama disse:

    Washington, é realmente desastroso o que um desgoverno pode fazer na vida de uma população: nunca ví o Gama tão sujo, até merenda escolar está faltando nas escolas, pode uma coisa dessas?

  13. Professora Alarmada do Gama disse:

    WD, DENÚNCIA, ESTÁ FALTANDO MERENDA ESCOLAR NAS ESCOLAS.

  14. detty disse:

    não pode faltar este assunto na mesa de negociação com governo pelo amor de Deus…

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 13.968 outros seguidores