Aluno de escola pública é aprovado duas vezes para medicina na UnB

Pronto! Ele é o “ALUNO”! Na semana passada ele foi aprovado em primeiro lugar pelo PAS para Medicina da UNB e muitos ainda fizeram chacota dizendo que foi sorte. Pois hoje saiu o resultado do vestibular  da UnB e mais uma vez o nome dele estava lá na lista de aprovados para Medicina. O nome dele é JOADYSON SILVA BARBOSA e estuda no Centro Educacional Pompílio Marques de Sousa, de Planaltina.

Ele é o cara! Ou melhor, o ALUNO! E não foi caso isolado do CED Pompílio Marques de Sousa não. Teve mais alunos aprovados e mais tarde publicarei aqui a lista de todos eles!

É por isso que eu falo, minha gente, a escola pública pode sim ser um exemplo de sucesso em todos os sentidos. Vamos lutar por isso!

.

Washington Dourado

About these ads

46 respostas para Aluno de escola pública é aprovado duas vezes para medicina na UnB

  1. Tay disse:

    Também estudei em escola pública e passei em 3 vestibulares que fiz para UnB, meu marido também.

  2. Red Hot Chili Peppers disse:

    Estudei em escola pública e fiz a prova bêbado e também passei na UnB em 1991.

  3. Dalmo disse:

    Parabéns aos novos acadêmicos, ex-estudantes do CED Pompílio Marques de Souza!

    • robson disse:

      seria interessante que essa história fosse apurada e contada a todos. Qual o caminho percorrido por ele, como se preparou lá no Pompílio.
      O que eles fizeram lá pode ser uma luz pra muita gente em outras escolas.
      Quem sabe não é o início de algo legal na nossa rede?
      Tem alguém lá do Pompílio que possa divulgar essa história? Fiquei muito curioso com o garoto. Está de parabéns pela conquista ( e os colegas do Pompílio Marques também!)

  4. Helena de Troia disse:

    Que coisa linda!!! fico emocionada e orgulhosa todas as vezes que encontro algum aluno meu que passou no vestibular na UnB faço questão de mandar um email para homenagiar, penso que é o mínimo que podemos fazer, já que ninguém valoriza! PARABÉNS!!!! a eles e AOS PROFESSORES!!!!!

  5. M. Lisbôa disse:

    Acho contraditórias as escolas públicas demonizarem provas e vestibulares com argumento de “formar cidadãos autônimos e críticos capazes de mudar sociedade” e, no entanto, alunos aprovados em universidades federais tornam-se referenciais de qualidade do ensino e motivo de orgulho. As escolas públicas deveriam parar com essa lenga-lenga e reconhecer a importância de (também) preparar os alunos para fazer uma boa prova. Provas, exames, concursos, vestibulares estão presentes no nosso cotidiano em várias situações, em vários contextos. Nossa sociedade valoriza isso. Além disso, uma simples prova pode ser a ponte para ascensão social.

    • Luciano disse:

      Concordo plenamente. Acho muito importante o conceito de formar um aluno cidadão, mas para tanto, devemos preparar nossos alunos para que tenham as mesmas oportunidades que qualquer estudante de colégio particular.

  6. Anderson disse:

    Se a escola pública tivesse uma estrutura decente, ( bibliotecas de qualidade, salas de informática que funcionassem, Internet, quadras cobertas, salas com estrutura, sem goteiras ou parecendo um forno ) tenho certeza que muitos alunos seriam aprovados e não apenas 1 ou 2.

  7. João disse:

    Meus parabéns para este guerreiro. A única coisa que fico triste é que ninguém divulga que uma pessoa de escola pública venceu na vida ao passar para Pedagogia, ou que sempre sonhou em ser professor e hoje se sente muito realizado, como alguns/algumas que conheço. Que alguém pode ser muito feliz sendo educador/educadora ao cursar, na UnB, uma das várias licenciaturas…

    • Monique disse:

      Olá João, fui professora destas turmas no ano passado e posso afirmar que foram mais de 30 aprovações, incluindo as áreas de Licenciatura em Letras, História, Ciências Naturais e Ciências biológicas. Eles vão divulgar uma lista com vários os nomes… Espere e se surpreenda…

    • rosângela costa disse:

      João,

      pois é, meu caro João e demais colegas de profissão. Infelizmente, na maioria da cabeça de cidadãos e de professores, há cursos e CURSOS. Fazer uma licenciatura ainda representa, socialmente, a última das escolhas. Mas, a partir do momento em que tivermos grandes inteligências optando por licenciaturas, esse pensamento tacanho tende a mudar. Parabéns a todos os alunos das escolas públicas aprovados nos vestibulares por esse Brasil a fora, inclusive aqueles que optaram por uma licenciatura, pois serão esses, com certeza, que prepararão as novas gerações de médicos, engenheiros, cientistas, políticos e professores.

      • Daniel disse:

        Isso vai acontecer quando o salário dos docentes melhorar..A maioria dos médicos que conheço ganha acima de 10K/mês enquanto a maioria dos docentes que conheço ganha 5K/mês (excluindo os que dão aula em cursos superiores)….Juíz 21K/mês, Engenheiro 12K/mês, informática 9K/ mês…Essa é a média dos que conheço!!!vivemos em um mundo capitalista os mais inteligentes só vão para docencia quando o salário aumentar ou por vocação (e geralmente os que têm vocação vão para pesquisa, viram escritores etc…saem da sala de aula)

  8. christiane disse:

    Olá, você poderia publicar mais resultados de alunos que passaram na UNB, pois assim poderemos comemorar nas redes sociais e desancar as grandes escolas que se vangloriam pelos seus resultados. Já publiquei essa matéria no meu face.
    Obrigada pelos esclarecimentos tão oportunos.

  9. CONCEIÇÃO ARAÚJO disse:

    Sou professora de Língua Portuguesa, no CED Pompílio Marques de Souza, e respondendo a alguns questionamentos, não tivemos 1 a 2 alunos, aprovados, tivemos muito mais… Utilizamos uma pedagogia diferenciada, esforços não foram medidos para trabalhar autoestima, explorar a prova, preparando o aluno em relação a tempo, prova discursiva, contextualização, além de trabalhar a confiança e a credibilidade no sistema público, acredito que isso que fez toda a diferença para os mais de TRINTA alunos aprovados em várias universidades.

    • Leonelle disse:

      Esse cara é ele WD! Parabéns, alunos como vc fazem nossa caminhada valer a pena! SUCESSO rapaz… E parabéns professores, em especial minha amiga Ceiça (Redação), sei que vc é uma peça chave nisto tudo!

    • Leonelle disse:

      Parabéns por ver a educação com um olhar de valorização e amor para com os alunos! Sucesso sempre!

  10. Suzana disse:

    Também fiz o ensino médio em escola pública e entrei na UnB!!!

  11. Leonelle disse:

    Esse cara é ele WD! Parabéns, alunos como vc fazem nossa caminhada valer a pena! SUCESSO rapaz… E parabéns professores, em especial minha amiga Ceiça (Redação), sei que vc é uma peça chave nisto tudo!

  12. Patricia Medina disse:

    Parabéns ao garoto, a equipe de professores que o acompanhou .Acredito na escola pública que possua gestão democrática e que tem em seus quadros profissionais compromissados com uma sociedade melhor.Parabéns a todos envolvidos neste acontecimentos.

  13. Francisco disse:

    Passei em vários concursos. Estudei sempre na rede pública. Já fui o 4º colocado nos Correios – carteiro, 34º em outro (Técnico Administrativo – Correios), 72º (MPU – Técnico), 1º colocado na ETC para o curso técnico em TI e vários outros. Estou a disposição para comprovar este relato, sr. WD, caso seja necessário. Atualmente sou servidor público da SEEDF.

  14. Alex disse:

    Com certeza o mérito é do estudante, que estudou com afinco e dedicação. Garanto que seus professores ofereceram as mesmas condições para todos os outros estudantes, mas o esforço pessoal, dedicação, perseverança é mérito de cada um. A atitude mais cruel com o estudante é ser “paternalista” e passá-lo sem o mérito. A meritocracia é o que deve nortear a educação, não programas tresloucados de promoção automática de estudantes. Estudar é trabalhoso, o estudante é um trabalhador intelectual e não podemos aceitar atitudes paternalistas do Estado, passando a mão na cabeça dos que não se esforçam e passá-los sem o devido esforço e mérito, independentemente de seus dramas pessoais e problemas, o mérito é sempre o mérito. Com a implantação definitiva dos ciclos vai ser mais raro ver estudantes da Rede Pública entrarem em boas Universidades.

  15. Prof. Cícero Carlos disse:

    TODO MUNDO percebeu que o WD postou este comentário não “endeusando” a UnB, mas mostrando que escola pública quando tem Professor “de verdade” e aluno “com vontade de aprender” a coisa acontece. Também sou oriundo de escola pública, também fiz UnB e também não passei! Passei em duas particulares, uma, inclusive, à distância. Porém, concluí-las com o suor do meu rosto, sou licenciado em Filosofia só não estou plenamente satisfeito porque o infeliz do governinho já está abrindo outro concurso para professores sem ainda chamar os que passaram em 2010. Viva os professores “de verdade”! Viva os alunos “com vontade de aprender”!

  16. Cesar Ricardo disse:

    Só o GDF não quer o sucesso porque assim teria que valorizar o Professor!!!

    Parabéns moleque!!!

  17. Cesar Ricardo disse:

    Ah, avisem ao Denilson que disse na audiência que a escola pública não é pra aprovar na UnB. Ele disse e as dotôras do Recanto das Emas…

    Como dizem, chupa essa…

  18. Wilson disse:

    Boa ideia WD, publicizar aqui no seu blog os alunos das escolas públicas que passam para as universidades públicas.

  19. Jose AB disse:

    Dia desses encontrei um ex aluno meu que passou em medicina aqui em Santa Maria, ele me viu na rua e desceu do carro e veio me dar um abraço e agradecer!!!!!!!!!!
    Desabei de emoção……….
    Espero que todos os mestres passem por isso…………
    Vamos divulgar esses casos pois a escola pública pode não ter o requinte da particular mas tem alunos que são verdadeiras preciosidades que tem de ter alguém acreditando e apostando neles.

  20. Cidadão kaine disse:

    E Claro caríssimos colegas professores. Essa vitória do aluno se deu MUITO porque ele deve ser um aluno INTERESSADO e DISCIPLINADO.(Coisa essa que nao vemos muito entre o corpo discente.)

  21. Wellington disse:

    Tenho orgulho das escolas onde estudei, todas públicas, fiz UNB também e sei de muitos casos de sucesso na universidade de alunos vindos do ensino público. Quem não valoriza a escola pública o faz por desconhecer seu potencial. Abs.

  22. Dedo-duro disse:

    O menino se mata de estudar e depois a escola publica ganha o mérito. Ok né…

    • Wellington disse:

      O que é isso companheiro? O esforço do aluno deve ser reconhecido, o maior beneficiado pela conquista é ele, mas desmerecer a escola é injusto. Tem alguém aqui que aprendeu sem passar pela escola? Quando um aluno da particular passa o mérito também é da escola, não é? A escola pública é boa, pois possui os melhores profissionais, os mais experientes e mais bem formados, enfrentamos um sistema difícil, famílias desestruturadas e ainda assim, conquistamos bons resultados, isso é mérito nosso sim!

      • Daniel disse:

        Eu posso citar um exemplo…Eu nunca gostei de estudar repeti a 1 série, fiquei em recuperação em todas as outras séries…Na setima série, nos trancos e barrancos com minha mãe resolvi parar de estudar, nessa época tinha14 anos, fiquei até os 16 anos sem querer nada ( nunca fui usuário de drogas, mas sempre fui preguiçoso rsrsrs)…resolvi terminar o “1 grau” entrei no CETEB (um supletivo de Brasília que você só vai fazer a prova) terminei o 1 grau em dois meses….1 ano do 2 grau, larguei de novo os estudos já com 17 anos….não fazia nada da vida a não ser dormir, namorar, jogar futebol, video game e comer…com 19 anos entrei no CETEB de novo em um mês terminei o 2 grau!!!! Passei na em adm. empresas UNB, fui chamado em 5 concursos e fora os que fiquei perto de ser chamado…hoje sou servidor do TJDFT!!! RESUMINDO: Eu dispenso essa educação que não educa e esses professores que não motivam e nem ensinam. O ensino apresentado hoje pela maioria das instituições e profissionais do ensino é defasado e não agrega…Eu creio que atualmante quem sobressai são os auto de data. Meu nome “DANIEL HUMBERTO AIRES DE MATOS MENDES”

  23. Diva disse:

    Nooossa!! Como você é negativo. Quando o aluno de escola particular passa na UnB quem leva o mérito? O Pipoqueiro?

  24. Alex disse:

    A despeito do que digam, volto a repetir: O MÉRITO É TODO DELE, DE SEU EMPENHO E ESFORÇO PESSOAL. Por que falo isso? Sempre incentivei meus alunos a procurarem o melhor para si e dei tudo de mim, as vezes até mesmo um pouco da minha saúde, para apoiá-los. Ajudei alguns, inclusive, a comprar as obras do PAS e tudo mais que estava dentro do meu alcance. Quantos se interessaram? Poucos, muito poucos. Dei as mesmas condições para todos, meu empenh foi igual para todos, mas alguns estudantes simplesmente não estão na escola para estudar, aquilo para eles é mais um centro de convivência, mais um evento social. Tenho certeza que os professores desse estudante foema muito empenhados e comprometidos com TODOS seus estudantes, mas quantos se interessaram e se empenharam de verdade?! E não me venha com discursinho social de que as condições de alguns não lhes permite estudar como outros. Tive alunos em situação de risco social, convivendo com pai alcoolatra, mãe prostituta e irmão traficante que eram os melhores e mais empenhados alunos que tinha e sempre disse para esses e todos os outros que todos os outros caminhos passam necessariamente pela escola, que é a escola e a educação que permitem ascenção social e crescimento como pessoal em todos os sentidos. Por isso não tenho medo de dizer categoricamente que um professor que trabalha com afinco é necessário, mas se não houver a vontade e o empenho do estudante, NÃO ADIANTA SOMENTE BONS PROFESSORES. De toda minha experiência na SEDF pude conhecer poucos professores (dá pra contar nos dedos de uma mão) que não eram bons profissionais, traduzindo: PICARETAS. A maioria dos meus pares sempre se doavam integralmente ao “sacerdócio” do magistério, mas isso não é mérito nenhum é OBRIGAÇÃO MORAL do bom profissional, como também é um imperativo que os estudantes queiram estudar, tenham comprometimento e consciência de suas ações.

    • Wellington disse:

      Sempre tive a clara visão que lecionamos para a minoria, pois a maioria não mostra empenho e dedicação, mas celebro com júbilo as conquistas dos alunos, já que são os frutos do trabalho da docência. Todo trabalhador deve se orgulhar dos frutos do seu trabalho, caso contrário não há motivo para trabalhar. Chega de tanta “pancada” nos professores precisamos de reconhecimento e carinho. Abs.

  25. Maria disse:

    Parabéns!!! Fico feliz quando vejo um aluno de escola pública entrando em uma universidade pública. No entanto, percebo que o grande diferencial está na força de vontade do rapaz e na presença da família. Não conheço o assunto profundamente, mas imagino que a família fez a sua parte dentro da sociedade em que vivemos. Vejo a Escola pública, em muitos aspectos, superior à Escola particular. Seja pelo nível dos profissionais que atuam nela, o compromisso dos servidores públicos, os valores aplicados etc. A Escola particular com seus recursos e etc. No entanto, se a família não fizer a sua parte, nenhuma,e muito menos a outra, poderá formar formar um cidadão de respeito. Espero que no futuro, graças ao investimento na educação, todas as famílias estejam em condições de formar mais e mais cidadãos como O JOADYSON SILVA BARBOSA.

  26. leleco disse:

    O professor Alex falou tudo e ponto final.

  27. MARCO ANTÔNIO disse:

    olá! sou professor do CEM 404 DE SANTA MARIA e lá há 5 anos consecutivos estamos aprovando alunos, tanto para Unb, quanto para particulares de excelência, como UCB e também para federais nas 5 regiões do país. Este ano tivemos um ex aluno do ano passado que passou na unb DUAS VEZES: No PAS e no Tradicional para ENGENHARIA-GAMA E ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO- DARCY RIBEIRO. Tudo isso é fruto de um trabalho coletivo, de uma direção séria e comprometida e de muito compromisso com a educação. Prof. MARCO ANTÔNIO.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 14.608 outros seguidores