Pela ampliação do cadastro reserva do concurso da SEDF/2013

30/10/2014

No dia 1º de Janeiro de 2015 o novo Governador eleito assumirá o comando da administração pública do Distrito Federal. Este dia, que deveria ser de muitas comemorações dos vitoriosos, na verdade será o início da difícil tarefa de administrar a máquina pública local.

Entre os inúmeros problemas que exigirão do novo gestor uma resposta imediata, destaca-se a necessidade de contratação de professores para atender a demanda imediata das escolas e, também, para garantir os projetos amplamente prometidos durante o período eleitoral.

Para isso, além de recursos orçamentários, o administrador terá que ter à sua disposição um cadastro de professores aprovados em concurso. Ocorre que o Governador encontrará um concurso em vigência há menos de um ano, mas com o cadastro reserva zerado em diversas áreas.

Diante disso, o que fazer?

Realizar um novo certame ou aproveitar o cadastro de aprovados na prova objetiva do concurso de 2013?

A opção de realizar um novo concurso, considerando os diversos problemas do certame de 2013 e as mudanças provenientes da troca de Governo, será de difícil concretização, impossibilitando o preenchimento das carências de professores concursados no ano letivo de 2015. Neste caso, a sociedade testemunhará milhares de alunos sem aula por falta de professor ou o número de contratação temporária baterá níveis históricos.

Porém, a decisão mais correta a meu ver é o aproveitamento do cadastro gerado com todos aqueles que conseguiram superar a nota mínima de corte da prova objetiva do concurso realizado em 2013. Este concurso está em plena vigência e seu aproveitamento só depende da decisão política e administrativa do Governo.

É claro que os oponentes desta tese sempre usam argumentos jurídicos e administrativos para combatê-la. Ocorre que teremos um início de ano letivo turbulento, com uma previsível e enorme necessidade de professores efetivos. Ou seja: aproveitar os aprovados na fase objetiva do citado concurso não é uma questão de atender interesses dos que participaram do processo e querem a oportunidade da nomeação, mas garantir o direito fundamental à educação que nossas crianças tanto merecem.

.

Washington Dourado


Analisando o edital do concurso SEDF/2013

26/09/2014

Pessoal,

Ontem levantei neste blog o debate sobre a possibilidade de alteração do cadastro reserva do concurso para professor da Secretaria de Educação realizado em 2013. Isso por que o Governo fez uma alteração no concurso da Secretaria de Saúde, o que nos encorajou para este debate.

Estou estudando, levantando informações, consultando gente que entende do assunto. Pelo jeito, o ponto de debate e que é diferente do concurso da Saúde é o item 9.1, que diz:

9.1. Somente os candidatos considerados aprovados e classificados na Prova Objetiva de Múltipla Escolha, até a classificação correspondente a 5 (cinco) vezes o número de vagas ofertadas neste Edital, incluindo os empatados na última posição e a reserva de vagas para os candidatos com deficiência, serão convocados para a Avaliação de “Títulos” e “Experiência Profissional”, ficando os demais candidatos não convocados, reprovados e eliminados do concurso para todos os efeitos.

O fato é que do ponto de vista político a polêmica é grande e a discussão não será fácil. Por outro lado, este foi um concurso que entrou em vigência há menos de um ano e em muitas áreas não há mais banco de reserva. Por outro lado, estamos vivendo um período de transição de Governo e, mesmo que o atual continue, a nova gestão que iniciará não terá como realizar outro certame antes do final de 2015. Enquanto isso a demanda nas escolas cresce rapidamente.

Aqui no Brasil só a morte ainda não é resolvida com “vontade política”, então, vamos avançar no debate. Postarei aqui todas as informações.

.

Washington Dourado


Convocação de professores concursados confirmada

10/06/2014

Nesta tarde o GDF confirmou a realização do ato de assinatura da convocação de professores aprovados no concurso de 2010 e 2013. O ato será amanhã, quarta-feira, às 15 horas, no Buriti.

O número de convocados não foi divulgado, mas nos bastidores a informação que corre é que será um número considerável.

O evento será aberto e todos estão convidados a participar.

Local: Palácio do Buriti

Hora: 15h

Data: 11/06 quarta-feira

 


Concurso homologado, agora a luta é pelas nomeações!

02/06/2014

 

Em reunião realizada com o Sinpro na tarde desta segunda-feira, 2 de junho, o Governador Agnelo assinou a homologação do concurso para professor da Secretaria de Educação realizado em 2013. A publicação ocorrerá no Diário Oficial desta terça-feira.

Cobrado pela Diretoria do Sinpro, o Governador afirmou que a equipe técnica está analisando as carências e o orçamento disponível e nos próximos dias será anunciado a convocação de aprovado tanto no concurso de 2010, quanto no certame de 2013. Entretanto, o Governador não adiantou o número de convocados.

O fato é que agora a homologação já está concretizada, agora a luta é pela nomeação de uma quantidade suficiente para preencher as carências existente nas escolas públicas do DF. Quem sabe teremos 3.000 convocados, como sugeriu o Secretário de Educação na reunião da semana passada com a Comissão dos Aprovados…

.

Washington Dourado


Para Eliana Pedrosa e Comissão Marcelo Aguiar promete 3000 novos professores

30/05/2014

Foto de elianapedrosa I

Em reunião realizada nesta manhã o Secretário de Educação, Marcelo Aguiar, garantiu para a Deputada Eliana Pedrosa e a Comissão de Aprovados a convocação de 3.000 professores nos próximos dias.

Na verdade foi a antecipação de uma notícia que seria feita pelo Governador na próxima semana. Agora é continuar pressionando para que não aconteça como em 2011 que convocaram 1.545 e depois voltaram atrás, promovendo um dos maiores desgastes deste Governo.


O que o GDF está escondendo sobre a homologação do concurso da SEDF?

30/05/2014

Está muito difícil entender os motivos pelos quais o Governo do Distrito Federal está protelando a homologação do concurso para professor da Secretaria de Educação realizado em 2013. Mas o pior é a falta de informação e de expectativa de solução do problema.

Enquanto isso temos um altíssimo número de alunos sem aula e sem ver um posicionamento público do Secretário de Educação sobre o assunto.

A verdade é que já tivemos paciência demais. Eu mesmo já pedi calma para os concursados que estão cada vez mais ansiosos, porém, diante da inépcia dos nossos gestores, penso que mais uma vez teremos que ir para a porta do Buriti cobrar diretamente do Governador uma explicação sobre o caso.

O que o GDF está escondendo sobre a homologação deste concurso?

.

Washington Dourado


Sobre a pressão pela homologação do concurso da SEDF/2013

27/05/2014

Pessoal,

Sei que tem muita gente ansiosa pela homologação do concurso da SEDF/2013, mas vou ser muito sincero com vocês:

- Depois de tantos problemas ocorridos neste concurso e de algumas pessoas ainda desejarem o surgimento de situações que justifique o cancelamento do certame, algo que sou absolutamente contra, prefiro deixar que o GDF e o IBFC use o tempo necessário para resolver tudo do que promover atos e manifestações exigindo a homologação imediata. 

- O concurso já foi feito, vai ser homologado, a carência de professores é grande e logo teremos nomeações. Então, sinceramente, acho desnecessário esta pressão que alguns querem fazer. 

- Vamos aguardar a homologação no tempo necessário e assim que for publicada, vamos usar toda esta energia para exigir nomeação. É o melhor caminho, tenho certeza! 

.

Washington Dourado


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 14.749 outros seguidores