Posicionamento sobre a proposta de aumento do banco de reserva do concurso SEDF/2013

24/01/2014

Como já deixei bem claro, meu compromisso é fazer a luta com transparência, mesmo que agrade ou contrarie alguém. Por isso, depois de alguns estudos e algumas conversas, sobre esta proposta de reivindicar o aumento do banco de reserva do concurso para professor da Secretaria de Educação realizado no final de 2013 eu cheguei à seguinte conclusão:

- Uma eventual mudança no edital agora pode sim prejudicar quem neste momento alcançou nota melhor e, de acordo com os critérios atualmente previstos no edital, ter sua nomeação prejudicada. Isso por que ainda há uma fase classificatória e caso fosse feito um aumento no banco de reserva de 5 para 6, 7, 8, 10,15, 20 vezes o número de vagas previstas, é fato que aquele que hoje está dentro da margem de 5 vezes, por causa dos títulos, poderia cair para uma posição inferior, diminuindo assim as suas chances de nomeação dentro do período de validade do certame.

- Além disso, não há no meio jurídico um entendimento majoritário quanto a possibilidade de mudança do edital para ampliar o banco de reserva. Aqui no DF, por enquanto, não identifiquei nenhum dispositivo legal que possibilite tal alteração. 

- Uma mudança, portanto, levaria a vários questionamentos jurídicos, colocando em risco a validade do certame. É claro que entendo e sou solidário a quem de alguma forma se sente prejudicado ou não conseguiu nota suficiente e quer ter alguma chance também, mas não posso contribuir para colocar em risco a conquista de quem até aqui conseguiu estar entre os poucos mais de 4000 que integrantes do banco de reserva.

Por fim, declaro que só aceitarei discutir algum aumento no banco de reserva depois que acontecer a fase classificatória nos moldes do previsto no edital atualmente. Como nos próximos dias sairá uma lista dos 23000 participantes que conseguiram superar a nota de corte, penso que é possível o Governo ampliar o banco de reserva, caso antes do fim do prazo da vigência do certame todos os que foram aprovados dentro da margem de 5 vezes sejam nomeados e ainda haja carências nas escolas públicas.

Para ser muito transparente, é esse o meu posicionamento. Como já falei, não vou vender falsas ilusões!

Aliás, a certeza que tenho neste momento é que ao longo da vigência do certame vamos lutar duro para garantir a nomeação dos aprovados e muito mais. Foi assim que de forma inédita conseguimos até o momento chegar perto de zerar o banco de reserva de 2010.

.

Washington Dourado

Eu entendo a angústia de quem quer entrar, mas não vou apoiar algo que até aqui foi conquistado por mais ou menos 4000 participantes.


Comentários sobre o concurso SEDF/20103

21/01/2014

1º – Tem gente comemorando antes da hora. A lista final de aprovados no concurso da SEDF/2013 só será conhecida depois de avaliada todos os recursos. O que foi divulgado ontem foi uma lista PARCIAL. Então, isso quer dizer que ainda é possível ocorrerem mudanças nesta lista sim.

2º – E o ranking final para efeito de convocação só será conhecido depois da fase classificatória. Ou seja: pode ser que alguém passou em primeiro agora, não apresente títulos e no ranking final fique nas últimas posições. Ou então pode acontecer de alguém que ficou mais embaixo agora, apresente títulos e fique no ranking final num posicionamento melhor.

3º – Até o dia 2 de fevereiro está aberta a fase de recurso ao “resultado preliminar da prova objetiva, desde que se refira a erro de cálculo da nota“. Veja no Edital item 11.1, letra C. Clique aqui e acesse a página para apresentação deste recurso.

4º – Em 2010 o edital previa um banco de reserva de 15 vezes o número de vagas previstas. Observe bem, o edital já previa este número. Mesmo assim tentamos aumentar este banco de reserva para 20 vezes. Isso chegou até a ser prometido ao Sinpro pelo Governo. Entretanto, logo eles recuaram da posição, pois na época foi feita uma avaliação e chegaram à conclusão de que uma mudança como essa fragilizaria todo o certame.

Na verdade, teve até briga de muitos que foram bem classificados contra quem não foi e queria o aumento do banco de reserva. Os primeiros com medo de cancelamento do certame foram contra qualquer mudança no edital.

5º – Mais uma vez estamos diante do mesmo dilema e eu só vou me posicionar depois que nosso jurídico avaliar muito bem esta questão.

6º – Na avaliação dos integrantes do Governo neste concurso de 2013 o banco de reserva terá mais de 4000 professores. Isso por que teremos 5 vezes este número de vagas previstas no edital, ou seja, 804 vagas.

7º – Tenho visto na internet um monte de informações e posicionamentos que beiram a má fé. É preciso ter muito cuidado, pois o que não falta é espertalhão querendo aproveitar da situação.

Vejo que muita gente não leu o edital e está por aí defendendo um monte de coisas sem nexo. Pessoal, estes concurso tem edital, que bom ou ruim está aí para ser cumprido. Por exemplo: vi há pouco uma proposta de mudar a regra de classificação. Isso é impossível! Pois no edital já está bem claro como isso deve ser feito, inclusive a pontuação referente aos títulos.

.

Washington Dourado


Governo é contra ampliar o banco de reserva do concurso SEDF/2013

20/01/2014

Além dos pontos mencionados nos dois posts anteriores, os representantes do Sinpro também cobraram da Secretaria de Administração e da Secretaria de Educação um posicionamento em relação a proposta de aumentar o banco de reserva do concurso para professor da Secretaria de Educação de 5 para 15 vezes o número de vagas previstas.

No encontro os representantes do Governo foram taxativos: são contra a modificação do que está previsto no edital. Alegam que uma decisão abriria precedentes para outros concursos em vigor além de ações judiciais pela anulação de todo certame. Justificam ainda que não há base legal para fazer uma modificação em um edital cuja prova já tenha sido realizada. 

.

Washington Dourado


Mais 711 professores aprovados em concurso convocados pelo Governador Agnelo

16/01/2014

ATO3

Final desta tarde os diretores do Sinpro Ilson, Isabel Portuguez, Elaine Amâncio, Samuel, Regina Célia, Luciana, Zeze, além deste blogueiro, e um grupo de uns 50 professores estiveram no Palácio do Buriti para acompanhar o ato de assinatura da convocação de professores aprovados em concurso pelo Governador Agnelo Queiroz.

Antes, junto com Samuel e Regina, fizemos uma reunião com o grupo de aprovados na Praça de Buriti. O Secretário de Administração, Wilmar Lacerda, havia convidado todo o grupo para entrar e acompanhar o evento. Colocamos em apreciação e todos aprovaram a proposta de participarmos.

No evento o Governador Agnelo anunciou a convocação de 711 professores, 120 da Carreira de Assistência. Na oportunidade o Governador também confirmou a renovação dos contratos temporários e indicou que haverá nomeação de mais professores, inclusive do concurso de 2013.

Agora é continuar a pressão!

.

Washington Dourado


Sobre o resultado do concurso da SEDF

07/01/2014

Pessoal,

A informação que consegui nesta tarde na Secretaria de Educação é que no início de fevereiro será divulgado o resultado da prova do concurso para professor efetivo realizado pelo IBFC. E no dia 30 de março será divulgado o resultado definitivo.

.

Washington Dourado

CLIQUE AQUI e acompanhe as informações também pela página o Facebook


Reunião com o Secretário sobre os aprovados de 2010

23/09/2013

Está prevista para as 17h desta segunda-feira uma reunião com o Secretário de Educação, Marcelo Aguiar, representantes do Sinpro e a Comissão de Aprovados para tratar da nomeação dos professores aprovados no concurso da Secretaria de Educação realizado em 2010.

Na plenária realizada no sábado foi encaminhado que todos os professores que aguardam nomeação devem acompanhar o desenrolar desta reunião. A concentração será hoje às 16h30, no Setor Bancário Norte, Edifício Pheníncia, sede I da SEDF.

.

Washington Dourado

.

Visite: https://www.facebook.com/Prof.WashingtonDourado


Retificações no edital do concurso para professor da SEDF

20/09/2013

Atenção concurseiros,

Saiu hoje no Diário Oficial as retificações no edital do concurso para professor da Secretaria de Educação. Espero que muitas das sugestões apresentadas por leitores deste blog tenham sido acatadas. Peço a todos que leiam com atenção e façam seus comentários neste post.

CLIQUE AQUI e vá até as páginas 46 e 47


Atenção professores aprovados no concurso da SEDF 2010

09/09/2013

Professores aprovados no concurso da SEDF 2010,

Vamos retomar a organização para lutar pela nomeação? Este ano letivo está acabando em a perspectiva para 2014 é que a necessidade de professores concursados só vai aumentar.

Envie seu email e celular para: professoresaprovados2010@gmail.com 

.

Washington Dourado e Samuel Fernandes


[concurso] Prazo para impugnação do edital até dia 11

08/09/2013

desevendando-e-entendendo-o-edital-para-nao-perder-o-concurso

Pessoal,

Para quem quer fazer algum tipo de impugnação ao edital do concurso para professor da Secretaria de Educação o prazo vai até dia 11.  Veja o que diz o item 13.1 do edital:

13.1. Eventual impugnação do Edital do concurso público ou de sua alteração deve ser feita no prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados da publicação deste Edital, no endereço eletrônico do IBFC (www.ibfc.org.br).

CLIQUE AQUI e leia o edital e orientações

CLIQUE AQUI e veja o email para recebimento das contestações

Qualquer um pode pedir impugnação de algum item do edital.

.

Washington Dourado


[concurso] Mais dúvidas sobre o edital II

08/09/2013

A leitora deste blog, Andreia Guedes, fez um resumo das principais dúvidas e críticas ao edital do concurso para professor da SEDF. Junto com o resumo que também está sendo feito pelo Mário Bispo, enviarei para o pessoal do Governo nesta segunda-feira.

Veja os pontos levantados pela Andreia:

1. Inscrição somente para um cargo

O edital determina que “no ato da inscrição, o candidato deverá optar por um dos cargos conforme Anexo I. Não será admitida ao candidato a alteração de cargo após efetivação da inscrição.” No entanto, a prova para Atividades será no período matutino e para as disciplinas específicas no período vespertino. Então, por quais razões aqueles que têm duas formações superiores, como Pedagogia e Artes, por exemplo, não podem fazer inscrição para os dois cargos?

 2. Artes Plásticas x Artes Visuais

No Edital são postas como linguagens diversas! Há cargos diferenciados para professor de Artes Plásticas e Artes Visuais. Contudo, tanto nas Diretrizes Curriculares Nacionais como nas Orientações Curriculares do DF, as Artes são divididas em Teatro, Música, Visuais e Dança. É possível afirmar que, de fato, Artes Visuais e Artes Plásticas, do ponto vista curricular, têm os mesmos parâmetros, seria somente uma questão de nomenclatura. Portanto, sugere-se que as vagas para os dois cargos, Artes Visuais e Plásticas, sejam mescladas.

 3. Cadastro de Reserva

O edital prevê que os candidatos classificados em até 5 (cinco) vezes o número de vagas apresentariam títulos e comporiam o cadastro de reserva. Não seria o caso de haver uma revisão para aumentar o número de cadastro de reserva, visto que a carência é grande?

 4. Habilitação para o cargo Letras/Libras

No edital do concurso consta que, para concorrer ao cargo de Letras/Libras, o candidato deverá ter licenciatura em Letras com habilitação em Libras ou bacharelado em Letras/Libras, com complementação pedagógica em Programa Especial de Licenciatura – PEL. No entanto, o decreto 5.626/2005 habilitou, pelo ProLibras (exame de proficiência do MEC), os aprovados a atuarem como professores e intérpretes. O edital, porém, não inclui tal programa nos requisitos. Além disso, pelo mesmo decreto, foi revogado que pessoas que possuem licenciatura em Letras e especialização em Libras poderiam exercer o cargo de Professor de Letras/Libras. Pede-se que revise essa parte do edital.

 5. Conteúdo do componente curricular História

O conteúdo de História está abstrato, o que pode levar o candidato a dar respostas divergentes e amplas, podendo não estar em concordância com a resposta correta da banca, possivelmente resultando em uma enxurrada de recursos. Sugere-se que a banca disponha a Bibliografia nos conteúdos, para evitar abstração.

.

REGISTRO DO WD: Agradeço muito a Andrei e ao Mário a ajuda para organizar os debates neste blog. Como faço este blog sozinho, ajudas como estas são de grande valia. 


Sobre o concurso para orientador educacional da SEDF

06/09/2013

Visitantes,

A Secretaria de Educação informou hoje que o edital do concurso para orientador educacional da SEDF deve sair em até 50 dias.  Esse atraso ocorreu por que a Secretaria está atualizando a ficha profissiográfica relativa a este cargo. A publicação desta ficha deverá acontecer na próxima semana e depois disso o edital do concurso ser concluído e publicado. Mas o concurso está confirmadíssimo.

.

Washington Dourado


[concurso] Correções no edital do concurso da SEDF

06/09/2013

29666-cita2525c32525a72525c32525b5es252520no252520nanie252527s252520world

Pessoal,

Hoje o Governo afirmou que está preparando algumas correções no edital do concurso para professor da Secretaria de Educação. Uma das alterações é no item que fala dos requisitos para disputar as vagas de Ciências Naturais. Professores formados nesta disciplinas poderão concorrer.

No final da manhã falei com o Jacy Braga e afirmei que enviaria para ele uma tabela com as principais dúvidas e sugestões dos leitores deste blog.

Tem alguém aí que pode me ajudar nesta tarefa? Pode ler os comentários com as sugestões, escolher as principais , fazer uma tabela e enviar para o email do blog? Sei que muitas das críticas e problemas identificados no edital por leitores de blog já estão sendo verificadas, mas é importante reforçarmos com estas informações.

COMENTÁRIOS I 

COMENTÁRIOS II

.

Washington Dourado

 


[concurso] Muitas dúvidas sobre o edital

05/09/2013

Pessoal,

Hoje o Blog recebeu dezenas de dúvidas sobre o edital do concurso da Secretaria de Educação. Ainda não deu tempo de analisar cada questão levantada, mas vou tirar cópia de tudo e levar para quem de direito no GDF.

Destaco aqui as questões levantadas pelo professor Mário Bispo:

“Dúvidas:

Caro WD e demais colegas, especialmente, Atividades, Artes e Sociologia, eis algumas dúvidas:

1. Inscrição somente para um cargo
O edital determina que
“3.7.No ato da inscrição, o candidato deverá optar por um dos cargos conforme Anexo I. Não será admitida ao candidato a alteração de cargo após efetivação da inscrição.”
No entanto, a prova para atividades será no período matutino e para as disciplinas específicas no vespertino. Então, por quais razões aqueles que têm duas formações superiores por Pedagogia e Artes por exemplo, não podem fazer inscrição para os dois cargos?

2. Artes Plásticas x Artes Visuais
No Edital são postas como linguagens diversas! Há cargos diferenciados para professor de Artes Plásticas e Artes Visuais. Contudo, tanto nas Diretrizes Curriculares Nacionais como nas Orientações Curriculares do DF, as artes são divididas em Teatro, Música, Visuais e Dança. Se não há o componente curricular por que o concurso? É possível afirmar que de fato, Artes Visuais e Plásticas do ponto vista curricular têm os mesmos parâmetros. Seria somente uma questão de nomenclatura. Se é assim, então, por que não somar as vagas dos dois cargos? Dessa forma, teríamos para diurno 18 vagas e não 9 e seriam convocados para a prova de títulos 90 candidatos e não 45.

3. Requisitos: Habilitações
O edital determina licenciatura especifica para cada cargo, por exemplo, História, requisito Licenciatura em História; Sociologia, Licenciatura em Sociologia ou Ciências Sociais. Contudo, até 1999, por exemplo, formados em Filosofia recebiam habilitação, assentada no diploma, para lecionar além de Filosofia, Sociologia, História e Psicologia. E assim era para outras áreas.
Não considero justo, nem pedagogicamente adequado, porém, é legal. Tanto assim que nos concursos anteriores, os requisitos postos consideravam aquela legislação.
Obs.: aliás, a SEEDF usou aquela legislação no meu modesto entendimento de forma equivocada ao editar a Portaria 1698 (“Atendidos os requisitos constantes na Portaria nº 169/08, poderá o professor obter habilitação para atuar em componente curricular diverso daquele em que prestou concurso”). Como consequência, observamos colegas lecionando determinadas disciplinas com muitas dificuldades quanto ao domínio do próprio conteúdo.

4. Conteúdo para o cargo de professor de Sociologia
O conteúdo proposto do edital representa somente uma das Ciências Sociais, a Sociologia sem nenhuma referência aos conceitos e teorias da Antropologia e da Ciência Política.
Cabe ressaltar que o Ensino Médio, a disciplina é denominada Sociologia por razões históricas, contudo, conforme todos os documentos nacionais Diretrizes, Parâmetros, Orientações Nacionais, a referida disciplina deve representar também as demais Ciências Sociais ou seja a Antropologia e Ciência Política. Essa condição inclusive está expressa no currículo das escolas públicas do DF.
Cabe ressaltar ainda que a proposta de conteúdo no edital é a mesma elaborada pelo professor Eurico e por mim para um concurso (1995) em relação ao qual compusemos a banca organizado pelo antigo IDR (órgão extinto do GDF,). Desde então,não foi modificado por outras bancas (CESPE, FUNIVERSA). Mas, as orientações se modificaram, a Sociologia se tornou disciplina obrigatória em 2008 sob essa perspectiva de representar as Ciências Sociais.”

.

Vamos continuar o debate sobre o Edital e cobrar correção de eventuais falhas.

Por: Washington Dourado


Publicado o edital do concurso para professor da SEDF

05/09/2013

desevendando-e-entendendo-o-edital-para-nao-perder-o-concurso

Finalmente! 

Como adiantado por este Blog na semana passada, saiu no Diário Oficial de hoje o edital para professor da Secretaria de Educação do Distrito Federal. 

Paço aos visitantes que comentem aqui sua impressões sobre o edital. 

Clique aqui e confira. Está na página 76, da Seção III

OBS: Depois de muita reclamação neste blog incluíram as vagas para Artes Plásticas.

Boa sorte e contem comigo e com este pobre bloguinho! 

.

Washington Dourado 


Atenção professores aprovados no concurso da SEDF/2010

02/09/2013

Pessoal aprovado no concurso da SEDF/2010,

Agora que temos novo Secretário de Educação, que a previsão é de aumento do número de matrícula para o ano que vem e que os novos projetos do Governo demandam mais professores em sala, retomaremos nossa mobilização para garantir o cumprimento do acordo de nomeação de todos os aprovados no concurso da SEDF de 2010.

Vamos deixar passar esta semana para que o novo Secretário tome posse e se organize, mas na semana que vem cobraremos uma reunião com o novo comandante da Educação para discutir o assunto.

Postarei aqui as novidades.

.

Washington Dourado


Edital do concurso da SEDF na próxima semana

29/08/2013

download (5)

A obtida pelo blog junto a Secretaria de Administração é que o edital do concurso para professor e orientador educacional da Secretaria de Educação será publicado na próxima semana. Também foi informado que a  Secretaria está reavaliando o número de vagas que serão previstas no referido edital.

Publicarei aqui as novidades.

.

Washington Dourado


Oficializada a contração do IBFC para realizar o concurso da SEDF

21/08/2013

Saiu no DODF de hoje a publicação do extrato do contrato entre DF/SEAP e o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação para realização do concurso para professor da Rede Pública de Ensino. O curioso é que no documento só fala do cargo de professor. Para orientador não foi citado.

Vou verificar o que aconteceu.

.

“EXTRATO DO CONTRATO Nº 09/2013.
Processo 414.000.317/2013 – Partes: DF/SEAP x INSTITUTO BRASILEIRO DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO. Objeto: realização de concurso público para provimento de 804 (oitocentas e quatro) vagas para o cargo de Professor de Educação Básica, da Carreira Magistério Público do Quadro de Pessoal do Distrito Federal. Valor: Para a cobertura total dos custos decorrentes da prestação de serviços, a contratada fará captação das taxas a serem cobradas dos candidatos no ato  da inscrição, ressalvados os casos previstos em lei específica. Vigência: O contrato terá vigência de 12 (doze) meses a contar da data de sua assinatura, permitida a prorrogação na forma da lei vigente, para execução de seu objeto e prazo indeterminado para as ações judiciais eventualmente propostas, devendo ser publicado no DODF às expensas da Administração. Data da Assinatura: 16/08/2013. Signatários: Pelo Distrito Federal: Wilmar Lacerda, na qualidade de Secretário de Estado de Administração Pública; Pela Contratada: Luiz Alexandre Neves Faraco, na qualidade de Presidente” 

Fonte: http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2013/08_Agosto/DODF%20N%C2%BA%20173%2021-08-2013/Se%C3%A7%C3%A3o03-%20173.pdf


[concurso] Insegurança causada com a provável escolha do IBFC

20/08/2013

Por: Carlinhos Costa*Carlinhos

Desde que o nome do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação começou a soar, os candidatos a ocuparem um cargo na Carreira do Magistério Público ficaram assustados. As informações disponíveis na mídia sobre essa organizadora deixam dúvidas sobre a credibilidade e licitude nos processos seletivos. Características negativas descritas entre concursandos podem compor uma extensa lista com: dificuldade para interposição de recursos, respostas subjetivas aos recursos propostos, questões mal elaboradas, com erros conceituais e fora do edital.

A insegurança instaurada parece ter fundamentos. Porém, o momento para quem está em preparação não é para discussões. Com essa possível escolha, o melhor é ter objetivos claros com horários definidos para a dedicação a estudar com maior disciplina, privilegiando tempo para revisões bibliográficas e a execução de exercícios.

Após uma observação das questões relacionadas a Conhecimentos Pedagógicos, notei a dificuldade com a construção das questões, noções de coesão e coerência são desprezadas na elaboração. Outro aspecto é a escolha – por reiteradas vezes – por questões de correspondência, ordenação e questões muito objetivas, com enunciados longos, o que deixa a prova com aspecto conturbado e de difícil compreensão.

Os candidatos devem encontrar ainda mais dificuldades nas disciplinas de Lei Orgânica do Distrito Federal e Lei complementar 840/11 (Regime Jurídico dos Servidores do DF), pois ainda não existem questões dessa banca para entender como será cobrado na prova para professores. O que provavelmente irá acontecer é a utilização da literalidade do texto da lei, favorecendo mais a memória do que o raciocínio do aluno.

 Para você que está se preparando para integrar o quadro da Secretaria de Educação do DF, continue a dedicar-se ao estudo, com a eminência do edital, sua concentração pode ser o diferencial para a aprovação. Dedique-se a fazer exercícios e provas, preferencialmente do IBFC, mas não despreze as questões das bancas como CONSULPLAN e CETRO. Lembrem-se os melhores atletas exercitam-se todos os dias! Você que vai passar não pode parar de fazer exercícios.

BONS ESTUDOS!

.

* Carlinhos Costa - Professor de Conhecimentos Pedagógicos e Orientação Educação - Especialista em Direito Educacional e Gestão, Orientação e Supervisão Escolar.

 ** Texto escrito especialmente para o Blog do WD

CONTATOS: E-mail: carlinhosbio@gmail.com Facebook: https://www.facebook.com/carlinhosbio


Dúvidas sobre o concurso da SEDF

19/08/2013

Desde que publicamos aqui a lista com as vagas do próximo concurso da Secretaria de Educação algumas dúvidas foram levantadas:

1 – Quantas vagas e qual banca realizará o concurso para Orientador Educacional?

2 – Artes Visuais não será contemplada no concurso?

3 – Somente formados em Ciências Naturais poderão concorrer para Biologia?

Hoje vamos tentar esclarecer estas questões.

Por: Washington Dourado 

.

COMENTÁRIO DO VISITANTE:

Já o assíduo visitante do Blog, Mário Bispo, enviou o seguinte comentário sobre a polêmica em relação ao componente Artes Visuais:

“WD e Gil sobre a questão da área de artes Eu tenho 3 hipóteses:

1. O concurso está sendo organizado pela Secretaria de Administração que não tem conhecimento da proposta pedagógica da SEEDF, na qual, o aluno tem aula de Arte. Por incrível que pareça talvez nem tenha conhecimento do novo plano de carreira, pois, no texto fala-se em Área 1 e Área 2, o que não existe mais de acordo com o plano de carreira.

2. O GDF assumiu a Dulcina e pretende transformá-la numa faculdade de artes pública, para isso, precisa contratar professores.

3. O GDF no ano passado anunciou a criação de uma escola de artes a estilo da escola de música. Talvez, o concurso seja para essa escola.

De qualquer modo, WD, acho muito importante, uma reunião com a SEEDF para esclarecer essa questão.

Abraços!

P.S Nossa o histórico da empresa que fará o concurso é horrível.”

Mário Bispo


URGENTE: Veja a lista de vagas do concurso da Secretaria de Educação

16/08/2013

Atenção! 

Segundo a Secretaria de Administração Pública, a empresa que fará o concurso para professor e orientador educacional da Secretaria de Educação será o IBFC – Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação

O Edital deverá sair em 15 dias e a LISTA DE VAGAS para professor é seguinte: 

FOLHA 1

FOLHA 2 

OBS I: Vamos aguardar o edital para verificarmos mais informações. O blogueiro não tem como responder a todas as dúvidas.

OBS II: No edital virá o número de vagas que formará o banco de reserva. 

.

Por: Washington Dourado


Concurso para professor da Secretaria de Educação confirmado

15/08/2013

O Secretário de Administração Pública, Jacy Braga, confirmou ao Blog que o concurso para professor da Secretaria de Educação será mesmo realizado em 2013. A empresa responsável pelo certame será anunciada nos próximos dias.

O Secretário reafirmou ainda o compromisso de nomear todos os aprovados no concurso de 2010 até o fim da vigência deste, mas não precisou datas. Com o previsível aumento o número de matriculas na Rede Pública de Ensino, é possível que estas nomeações ocorram no início do ano letivo de 2014.

 Jacy Braga também falou que estão sendo realizados alguns estudos para definir se haverá a necessidade de realização de processo seletivo para professor temporário ou não.

Postarei aqui todas as novidades.

.

Washington Dourado


Dia de posse dos novos professores da SEDF

22/02/2013

Hoje foi dia de assinaturas da posse dos novos professores da Secretaria de Educação. Na primeira foto com a Márcia de Lucas, umas da lideranças da Comissão dos Aprovados. Na segunda foto a Subsecretária de Gestão de Pessoas, Patrícia Jane, passando as orientações aos novos professores efetivos.

Esta luta foi boa e vamos continuar por mais convocações.


A relação de nomeados está no Diário Oficial

04/02/2013

Pronto! É oficial!

A relação de nomes dos aprovados no concurso da SEDF/2010 e convocados para assumir seus cargos está no Diário Oficial! Foi vitória sim e das grandes! Foi um início importante para um ano que será de muita luta e grandes conquistas, tenho certeza!

Os que sempre plantam ódio e dúvida olhem lá na página 2 da Seção 2 do DODF. Aos que acreditaram, sonharam e lutaram também verifiquem e saibam que esta nomeação já nasce marcada pela luta.

Hoje eu estou feliz por ver o resultado concreto alcançado. Mas agora vamos nos preparar para retomar a organização de quem ainda não foi contemplado, preparar o movimento pois o compromisso é zerar o banco aprovados no concurso de 2010. E nós vamos conseguir!

E lembrem-se, esta vitória é furto da luta da categoria em 2012!

CLIQUE AQUI e veja a lista oficial!

.

Washington Dourado


Urgente, urgente! Governo chama comissão do Sinpro para reunião agora!

02/02/2013

Pessoal, 

O Gabinete do Governador acabou de chamar a Comissão de Negociação do Sinpro para uma reunião no final da manhã deste sábado. Não sabemos ainda o conteúdo da conversa, mas penso que vamos avançar mesmo na pauta das nomeações. 

Por isso é importante a presença de todos os que estão aguardando a nomeação na reunião organizada pelo Sinpro hoje, às 13 horas, na EAPE (907 sul).

Nossa pressão vai trazer resultados positivos, tenho certeza! 

.

Washington Dourado


Mudança de local da reunião do Sinpro com os aprovados no concurso da SEDF/2010

01/02/2013

Pessoal,

Como a expectativa de público na reunião do Sinpro com os aprovados no concurso da SEDF/2010 é muito boa, nesta manhã decidimos mudar o local do encontro para o Auditório da EAPE, que fica na quadra 907 Sul.

A reunião será amanhã, sábado, dia 2 de fevereiro, às 13 horas.

OBS: Nesta sexta-feria o Sinpro está fazendo pressões junto ao Governo para garantir a nomeação dos professores aprovados no concurso da SEDF/2010.

Ajudem a divulgar esta informação!

.

Washington Dourado


Aprovados em cadastro reserva têm direito à nomeação se houver vagas

22/01/2013

FONTE: Correio Braziliense

Decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) garante nomeação aos candidatos aprovados para cadastro de reserva

Candidatos de concursos públicos aprovados em cadastro reserva têm direito à nomeação no cargo desde que haja vagas disponíveis dentro do prazo de validade do concurso. A decisão é do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e resulta de uma mudança no entendimento da Corte.

A Segunda Turma do Tribunal analisou o recurso de um candidato à Polícia Militar da Bahia que foi aprovado fora do número de vagas. Ele alegava ter direito a tomar posse porque novas posições foram abertas durante o tempo de vigência do concurso.

Em decisão individual do dia 20 de setembro, o relator do processo, ministro Castro Meira, reforçou a jurisprudência vigente até então, negando o recurso. Ele alegou que cabe apenas à Administração decidir sobre a nomeação de candidatos aprovados fora do número de vagas.

Um novo recurso levou o caso para julgamento na Segunda Turma do STJ, e após ajuste no voto do relator, os ministros aceitaram o recurso por unanimidade. O grupo entendeu que a Administração Pública não pode se distanciar dos objetivos do edital na hora de convocar os candidatos, ainda que aprovados inicialmente fora do número de vagas.

CLIQUE AQUI e leia mais

.

COMENTÁRIO DO WD:

Ótima e justa a decisão do STJ. É por isso que tenho certeza que todos os professores aprovados no concurso da SEDF de 2010 e ficaram no cadastro reserva serão nomeados até o fim da vigência deste, ou seja, dezembro de 2014. Até lá será muita luta e pressão para que a nomeação de todos seja antecipada. 

Aliás, nesta semana estamos cobrando do Governo uma reunião com o Sinpro e a Comissão de Aprovados para discutirmos as convocações deste mês. Assim que tivermos mais informações postaremos o site do Sinpro e aqui.


Vitória na Justiça pela nomeação de concursados da SEDF

17/11/2012

Vejam aí, pessoal, mais uma boa vitória da nossa luta pela nomeação dos professores aprovados em concurso da SEDF!

O Juiz de Direito Substituto Giordano Resende Costa, da Oitava Vara da Fazenda Pública do DF,  julgou procedente os argumentos apresentados pelos advogados do Sinpro e determinou a nomeação de 4 “desconvocados” pela Secretaria de Educação.

Estes professores foram aprovados no concurso da 2010, convocados e desconvocados em 2011, e agora o Sinpro conseguiu decisão judicial em favor da nomeação. Isso é muito bom.

Ainda não conheço os detalhes deste processo, pois na mesma ação o Juiz não reconheceu o direito à nomeação de uma das participantes do grupo. Mas nesta segunda-feira vou verificar os detalhes. Também não tenho informações sobre as outras dezenas de ações que foram ajuizadas, durante a semana vamos verificando o andamento de cada uma.

Também é bom observar que esta decisão é de uma das Varas de Fazenda Pública, não quer dizer que as decisões serão uniformes para todos.

CLIQUE AQUI e leia a decisão do Juiz

E a luta pela nomeação vai continuar!

.

Washington Dourado 


Sobre a modificação no limite de contratação temporária na SEDF

11/02/2012

Aos  poucos vamos entendendo melhor este caso da alteração do acordo SEDF/MPDFT sobre o limite de contratação temporária. Na verdade a situação é a seguinte:

1 – Até 2011 o acordo previa a contratação de 6500 contratos no total. Isso quer dizer que um mesmo professor que assinava 3 contratos durante o ano, na soma total eram contado estes três contratos até atingir o teto de 6500.

2 – Agora em 2012 este acordo mudou e o limite passou a ser contado em horas, não mais em número de contratos. Agora a SEDF pode contratar até 260 mil horas de trabalho de professores com contrato temporário. Se chegou a este número multiplicando 6500 por 40 (que é a jornada de trabalho semanal). Na prática isso eleva bastante o número de professores que a SEDF pode contratar.

Enquanto isso a disposição da área econômica do GDF é não permitir a nomeação de nenhum professor concursado, já que na opinião deles não há margem no Orçamento, em função do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.

O Jurídico do Sinpro mais uma vez está reunindo documentação para questionar na Justiça a contratação temporária, mas essa tarefa não é fácil, já que o próprio MP acaba permitindo uma margem alta de contratação.

Uma outra questão que ainda não está definida é a forma de pagamento dos professores com contrato temporário. Na mesa do Secretário estaria umas três modalidade de pagamento, mas ainda não há decisão.

WD


Governador abre mais um concurso para a Saúde. E a Educação?

19/01/2012

O Governador Agnelo abriu mais um concurso para contratar mais 1500 servidores para a Saúde. Isso é muito bom e o Governador está de parabéns pela iniciativa. Recuperar a saúde pública tem que ser uma prioridade mesmo. O problema é que a Educação está esquecida. No ano de 2011 milhares de alunos ficaram sem aula. Em 2012, caso não convoque professores aprovados em concurso, também vamos ver o mesmo problema.

E aí, Governador, vai convocar professores também ou não?

Clique aqui e veja a notícia sobre o concurso para a Saúde.

 

Washington Dourado


Aprovados em concurso doam sangue pela nomeação

19/01/2012

Hoje, 19 de janeiro, os professores aprovados no concurso da Secretaria de Educação em 2010, realizaram um ato de doação de sangue para denunciar a previsivel falta de professores no ano letivo de 2012 e exigir a nomeação dos aprovados que estão aguardando a convocação. O ato aconteceu no Hemocentro e contou com a presença de um grupo de professores uniformizados e dispostos a continuar a luta pela nomeação.

É importante registar que em 2011 mais de mil destes professores aprovados chegaram a sentir o sabor a convocação mas logo foram “desconvocados”. Durante o ano passado, mesmo contratando 6500 professores temporários, o número de alunos que ficou prejudicados pela falta de professores foi muito alta. Neste ano de 2012, com o crescimento da demanda na Rede Pública de Ensino, caso não sejam feitas novas nomeações, é previsível que haverá milhares de alunos sem aulas regulares.

Amanhã, dia 20 de janeiro, haverá uma nova manifestação (saindo do Buriti, a partir das 10 horas). A data foi escolhida por ser aniversário de 1 ano da Convocação/Desconvocação.


Os números do GDF e a nomeação de concursados

27/11/2011

Pela imprensa o Governo insiste em divulgar que na Secretaria de Educação tem uns 2000 professores desviados de função. Também insiste em falar que nas escolas há a carência de 500 professores. Porém, alguns lados desta novela o GDF não conta:

Que apesar de ter garantido que permitiria o sindicato acompanhar o levantamento da situação funcional dos profissionais da Carreira de Magistério, a lotação, as carências, até agora nada foi apresentado. Portanto, não há como saber os critérios que foram utilizados para chegar a estes números e nem mesmo conferir se eles estão corretos;

 Que a carência de 500 professores é para este ano e só não é maior porque em muitas escolas supervisores e coordenadores estão atuando em sala de aula. Portanto, é possível que esta carência seja muito maior;

Que boa parte dos atuais professores com contrato temporário atuam em carências que deveriam se preenchidas por professores concursados;

Que para 2012 a demanda será maior e que mesmo conseguindo remanejar a maioria desses “desviados” ainda não será possível resolver o problema da falta de professores em sala e ainda garantir o direito de licença prêmio, por exemplo.

O fato é que o Governo precisa nomear novos professores concursados, mas parece não ser este o objetivo. Nas entrevistas aos jornais a perspectiva Oficial parece ser mesmo evitar novas contratações de concursados. Aliás, se fala muito é no aumento de cargos comissionados.


Hoje foi dia de articulações na Câmara Legislativa

24/11/2011

Hoje Diretores do Sinpro estiveram na Câmara Legislativa para articular a inclusão de emenda abrindo rubrica específica no Orçamento de 2012, com o objetivo de garantir o reajuste da categoria no próximo ano. Abrir esta rubrica, que sempre tem um valor simbólico, será importante para o próximo ano, quando o acordo salarial com o Governo for concretizado e através deste dispositivo os recursos poderão ser remanejados dentro do Orçamento, permitindo o pagamento do reajuste negociado.

Quem está contribuindo para esta articulação é a Deputada Rejane Pitanga. Ela ficou de agendar na próxima semana uma reunião relator do Orçamento de 2012, Deputado Agaciel Maia, onde trataremos deste assunto.

Outro tema levantado pelos Diretores do Sinpro foi a necessidade de também abrir uma rubrica específica com a destinação de recursos para contratação de professores concursados e outros servidores da Educação. Na verdade, esta previsão já está contida na Lei de Diretrizes Orçamentárias, mas de forma genérica. Na próxima semana continuaremos estas articulações na CLDF.

WD


GDF nomeia servidores da Saúde. Na Educação, falta!

24/11/2011

Hoje o Governador, Agnelo Queiroz, deu posse a mais de 1000 novos servidores da Saúde. É um ato importante para a solução desta área que tantos problemas tem. Entretanto, é importante registrar que durante todo o ano de 2011 faltou professores na Rede Pública de Ensino. A equivocada aposta do Governo de tentar resolver esta carência promovendo reestruturação nas direções de escola não resolverá o problema. É necessário nomeação dos aprovado no concurso sim. Então, é importante que o Governador dê à Educação a mesma atenção que está dispensado para a Rede Pública de Saúde.

Uma observação importante é que o Governo nomeou agora os servidores da Secretaria de Saúde, mas esta despesa só constará no Orçamento de 2012, o que resolveu o problema da Lei de Responsabilidade Fiscal.


Pelo fim da hora-aula para professores com contrato temporário

22/11/2011

Ontem a Deputada Rejane Pitanga garantiu que é contra qualquer emenda ao Projeto de Lei da Gestão Democrática que retome o pagamento dos professores com contrato temporário pelo modelo de hora-aula. A Deputada defende o fim deste modelo horista.

É importante registrar que o fim do pagamento dos professores com contrato temporário por hora-aula ajuda até na luta pela nomeação dos concursados, umas vez que nos últimos anos os Governos preferiram contratar professores temporário de forma precarizada e economizando mais do que efetivar os concursados. A prova são os mais de 6500 temporários que existem na Rede Pública.


Resumo da Audiência Pública sobre os aprovados em concurso da SEDF

12/11/2011

A Audiência Pública realizada pelo Deputado Wasny de Roure nesta sexta-feira foi uma boa oportunidade para discutir a questão dos professores e técnicos aprovados em concursos da Secretaria de Educação. A presença de aprovados foi grande e lotou o espaço. Além do Deputado Wasny, também marcaram presença Eliana Pedrosa, Liliane Roriz, Olair Francisco e Israel Batista. O Secretário de Planejamento, Edson Ronaldo, a Subsecretária de Gestão de Pessoas, Partícia Jane e um membro da Secretaria de Administração representaram o Governo. Eu, Washington Dourado, representei o Sinpro e Luisa e o Luisinho representaram  as comissões dos aprovados.

Durante o debate os representantes dos aprovados foram enfáticos na cobrança das nomeações. Vários argumentos foram apresentados para demonstrar os problemas da não nomeação dos profissionais e o descaso do Governo no trato deste assunto.

Já os representantes do Governo reafirmaram a disposição de nomear e fortalecer o quadro de servidores, mas somente quando melhorar a arrecadação e afastar o montante do Orçamento gasto com pessoal do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. A representante da Educação afirmou que há a disposição de nomear aprovados, ” mas depende da autorização da Fazenda”. Já o Secretário de Planejamento deixou indicada a possibilidade de se discutir o Orçamento previsto para contratações no próximo ano e a elaboração de um cronograma ainda neste ano.

O evento foi concluído com os parlamentares se comprometendo em construir com o Governo a possibilidade de um conjunto de ações que possibilitem a convocação de aprovados. O Deputado Wasny ficou encarregado de coordenar estas ações junto ao Governo.

 


Deputado Wasny convoca Audiência Pública sobre situação dos aprovados em concursos da SEDF

08/11/2011

O Deputado Wasny de Roure convocou uma Audiência Pública no dia 11 para discutir a situação dos aprovados em concursos da Secretaria de Educação e que ainda não foram nomeados. Esta discussão englobará a situação dos professores e do pessoal da Carreira de Assistência. É muito importante a presença de todos neste evento. Este é um momento bom para retomarmos as discussões na CLDF, já que nos próximos dias entrará em pauta a votação do Orçamento para 2012.

Data: 11 de novembro

Local: Plenário da Câmara legislativa

Hora: 19h

Você vai? 


Mais servidores para a Saúde. Enquanto na Educação…

01/11/2011

Nesta segunda-feira o Governo do Distrito Federal publicou no Diário Oficial a nomeação de 1.157 servidores para a Secretaria de Saúde. Esta é uma boa notícia e o Governo está de parabéns pela iniciativa. Mas, por outro lado, também evidencia que a nomeação de servidores é uma questão de decisão política, não somente de Orçamento.

É claro que a prioridade do GDF é a Saúde e esta decisão de novas contratação para a área reforça ainda mais esta visão. Por outro lado, este ato deixa claro que se o Governo quiser, pode sim nomear mais professores concursados. É só uma questão de decisão política, que pelo jeito tem sido bastante equivocada em relação a Educação.

Enquanto isso as escolas públicas sofre com falta de professores.


Conversa da Comissão dos Aprovados com o Secretário de Educação

22/10/2011

FONTE: Blog da Comissão dos Aprovados

Estivemos hoje (sexta) com o Secretário Denilson Bento, por volta das 10h. Esse encontro foi intermediado pelo Deputado Washington Mesquita da Comissão de Educação da CLDF. Tivemos a oportunidade de fazer os questionamentos que seguem:

Comissão - Haverá ainda este ano alguma nomeação? Pelo menos dos 66 sem efeito?

Secretário – Não. O remanejamento que fizemos, supriu 80% da carência que tínhamos e a LRF, não nós permite contratar mais ninguém, de nenhuma área, este ano.

Comissão – Temos até o momento uma carência na rede de mais 1500 vagas, somente de aposentadorias. Como então não há carência?

Secretário – A SEDF estava superlotada, então com o remanejamento, demos um jeito nas carências.

Comissão – Fala-se na nomeação de 600 para o ano que vem das aposentadorias desse ano de 2011. Mas e as aposentadorias de 2009 e 2010, como ficariam?

Secretário – Iremos esperar as matriculas terminarem, para sabermos a real carência da rede.

Comissão – Então não haverá mais nomeações, desse concurso?

Secretário – Não, NESTE ANO, mas com as matriculas que estão sendo feitas, teremos para o próximo ano. Haverá nomeações em 2012, pois tem áreas que realmente existe carência e temos muitas aberturas de turma.

Comissão – E o cronograma que nos foi prometido?

Secretário – Não iremos trabalhar com cronograma.

 

ATENÇÃO APROVADOS!!!

Estas informações somente reforçam a necessidade de acompanharmos todo o processo até a conclusão da LOA – 2012. Contamos com você, para juntos lutarmos pelo aumento do orçamento para nomeações em 2012.


Posicionamento sobre a reorganização administrativa da SEDF e a falta de professores

10/10/2011

A nova gestão da Secretaria de Educação anunciou que vai buscar a solução para a falta de professores em sala de aula com a reorganização do próprio quadro de profissionais da Rede. Segundo afirma a SEDF, hoje para preencher todas as carências em sala de aula são necessários aproximadamente 500 professores. Por outro lado, afirmam, existiriam uns 700 professores que hoje atuam em funções administrativas ou estão cedidos a outros órgãos que poderiam ser remanejados para as salas de aula. A Secretaria também inclui neste número um excesso de professores que estão atuando em funções pedagógicas como nos NMPs das DREs.

A Secretaria de Educação fazer a reorganização do quadro de profissionais é uma atitude muito razoável e que atende ao interesse público. Por outro lado, é necessário deixar claro que esta iniciativa não vai resolver o problema da falta de professores, uma vez que é muito difícil promover uma reorganização administrativa desta envergadura em tão pouco tampo. Imagine se será fácil convocar todos os que estão cedidos a outros órgãos  de volta! Como a SEDF vai desestruturar DREs, núcleos e estruturas da própria Secretaria para colocar imediatamente estes profissionais em sala de aula? Enquanto isso, como o tampo não pára, o ano letivo está chegando ao fim e milhares de alunos estão com suas atividades comprometidas.

Mas mesmo que o Governo consiga promover todo este remanejamento, ainda assim não terá resolvido o problema. É que a falta de professores é muito maior que os 500 anunciados pela Secretaria. Primeiro porque hoje “só” faltam 500 professores porque as escolas estão colocando os coordenadores e até membros das equipes de direção em sala. Segundo, é preciso deixar claro que existe um quadro de mais de 6000 professores contratados temporariamente e que desse número, pelo menos 40% estão ocupando carências que deveriam ser preenchidas por professores concursados. E nunca é demais lembrar que o discurso do partido que comanda este Governo sempre condenou a prática colocar professor temporário em carência definitiva.

Então, o problema é muito maior e não será resolvido apenas com a reorganização do quadro de professores existente, mesmo considerando que a iniciativa é absolutamente necessária.

Estamos em um Governo que se diz democrático e de compromisso com a coisa pública, portanto, para justificar esta definição é necessário que  suas ações sejam absolutamente transparentes. Existe uma luta histórica do Sinpro em defesa do fortalecimento do quadro de professores concursados. Também existe um forte e organizado movimento dos professores aprovados em concurso e que aguardam suas nomeações. Por outro lado, as escolas continuarão convivendo com a carência real e comprovada de novos profissionais, mesmo que a reorganização do quadro seja bem sucedida.

Sendo assim, a este Governo cabe ser sincero e transparente. Tem que colocar as cartas na mesa. Tem que efetivamente demonstrar compromisso com a luta histórica em defesa do fortalecimento do quadro de professores efetivos. Não adianta dizer que tem intenção. Não adianta Subsecretária fazer suposições quando deveria apresentar os números reais. O Estado precisa de mais professores e quem está no Comando tem que ser capaz de abrir um diálogo construtivo, de mostrar um planejamento, de apontar uma meta dentro de um tempo razoável.

Ou então, caso não seja possível, que fale logo que prefere trabalhar da mesma forma que os Governos anteriores fizeram.

Washington Dourado 


REUNIÃO COM O GDF: sobre a nomeação de concursados

29/09/2011

O Secretário de Educação foi taxativo: não haverá nomeação de aprovados em concurso neste ano. Segundo o Secretário, o motivo é a aproximação dos gastos do Governo ao limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Denilson afirmou que vai resolver o problema da falta de professores com realocação de profissionais que estão fora de sala de aula e com aqueles que estão cedidos a outros órgãos e instituições. Também afirmou que o Governo vai publicar um decreto reestruturando as DREs e a direção de escolas. Neste processo de remanejamento e reestruturação a expectativa é que sobre professores suficientes para cobrir as 465 carências existentes.

Outro argumento do Secretário para não promover novas contratações e reorganizar o quadro de professores por enquanto é a economia de recursos, o que proporcionará melhores condições para garantir o reajuste que será previsto no plano de carreira.

É claro que a Comissão do Sinpro foi contra e afirmou que mesmo realocando todo o pessoal que está fora de sala de aula  não será suficiente para cobrir toda a necessidade de professores na SEDF. Foi lembrado, por exemplo, que para garantir a liberação das licenças prêmios dos professores efetivos e para acabar com a contratação de professores temporários para carências definitivas será necessário a nomeação de concursados.

Pressionado pela Comissão o Secretário de Governo, Paulo Tadeu, abriu a possibilidade de discutir a convocação de 66 aprovados para completar os 400 previstos no início do ano.

 


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 13.967 outros seguidores