Rapidinhas do dia [30/11]

GESTÃO DEMOCRÁTICA

Na próxima sexta-feira a Comissão de Educação da Câmara Legislativa vai votar o relatório do projeto de Gestão Democrática. Dizem que a Oposição quer apresentar um projeto substitutivo. Já os Governistas estão mobilizados para defender o texto original com algumas alterações.

REGIME JURÍDICO ÚNICO

A Diretoria do Sinpro continua a análise detalhada do projeto que cria o Regime Jurídico Único do DF. Esta nova lei vai sistematizar em um único dispositivo as mais de 50 lei e decretos que tratam dos direitos e deveres dos servidores do DF. Até agora 100 artigos foram analisados e muitos problemas encontrados. A Diretoria do Sinpro está preparando um relatório com um conjunto de emendas ao projeto.

CRISTOVAM NO MEC?

Nos bastidores da política corre forte burburinho sobre um possível retorno do Senador Cristovam ao Ministério da Educação. Será?

O MÊS MAIS QUENTE NA SEDF

Dizem que janeiro será o mês mais quente na Secretaria de Educação do DF…

 

 

Anúncios

31 Responses to Rapidinhas do dia [30/11]

  1. MM disse:

    Pessoal, no DOU do dia 25/11, Seção I, pág 37, tem uma lista de todos os cargos do GDF, listados em CARGOS DE PROVIMENTO EFETIVO, OCUPADOS E VAGOS.
    Para o cargo de Professor de Edudação Básica 27.388/2.626.
    Ou seja: 2.626 cargos de professor vagos. Cadê as nomeações….

    Curtir

    • MM disse:

      Primeiro é no DODF e não DOU.
      Completando na página do mesmo DODF página 41:
      DEMONSTRATIVO DE SERVIDORES CONTRATADOS TEMPORARIAMENTE (Relação por ordem de Órgão; Quantitativo de Contratos Temporários; Total).
      Secretaria de Estado de Educação: 6.062.

      Curtir

  2. Igor disse:

    Dizem que janeiro será o mês mais quente na Secretaria de Educação do DF… e ainda querem realiza o processo seletivo para contrato temporário?Já avisaram lá que esse contrato pode ser renovado? HEHEHE! Tá complicado…

    Curtir

  3. Será? disse:

    E as contrataÇões de EFETIVOS??

    Esqueceramd esse tema??

    Porque acho que o Senhor Secretario pensa que se renovar 6.500 contratos tempórarios.. a situação vai melhorar… Ouu o mais óbvio continuará levando com a barriga em 2012!

    Oraaaaaa ele pensa que está lhe dando com palhaços? Só Pode!

    Curtir

    • Igor disse:

      Não esqueci e torço pela nomeação de vocês, mas sou professor de História e não tem concurso desde 2008 e nem banco de reserva desde setembro de 2009. Em outros estados o salário é pior do que o contrato daqui. Então, luto pelo contrato hoje, mas amanhã (se tiver concurso para professor de História) estaremos juntos lutando pela mesma causa! A nomeação não estingue a necessidade de professores substitutos. Estamos todos no mesmo barco, mesmo que vocês se julguem superiores aos substitutos. Abração!

      Curtir

      • Eliani Ferreira disse:

        Professor Igor, com todo o respeito do mundo…nós os aprovados não somos melhores, nem piores à ninguém…mas estudamos muito para chegar até aqui…Eu por exemplo sou professora de informática…são pouquíssimos os professores nessa área e quando estudei para ser professora de informática da SEDF deixei de cuidar da minha filha especial com Paralisia cerebral durante 1 ano e hoje ela se foi e nem sei se valeu a pena ter estudado tanto, pois não acredito mais em nada e nem em nenhum governo, nem sei se valeu a pena ter me sacrificado e sacrificado tanto por tão pouco. Só sei o seguinte que somos merecedores de uma vaga de efetivo sim e sei que sempre vai precisar de temporário, mas sei também que tem muitos temporários nos lugares de efetivos, o que não é meu caso, pois minha área é muito limitado. Só peço à Deus que me der coragem para continuar lutando junto à comissão, pois nem eu sei mais se vale a pena lutar!!!

        Curtir

        • Igor disse:

          Eliane, lamento muito pela sua filha e digo mais uma vez que concordo com nomeação de vocês todos.Acho que temporários tem que trabalhar nas vagas de temporários. Nesses 3 anos que estou de contrato, trabalhei nas vagas de professores de licença (uma COVARDIA ainda não terem conseguido aposentadoria).Estou indignado como vocês, pois em 2010 alegaram que não havia necessidade de um novo concurso pra História. Estudo todos os dias desde 2009 pra concurso, imagine como eu fiquei quando alegaram isso… é a sina de quem é professor e não quer ser outra coisa.Sei quanto vocês são merecedores, mas também acho que o contrato temporário merece férias pelo menos de 2 em 2 anos.Vale a pena lutar, vocês vão conseguir e creio que nós também vamos. Abração.

          Curtir

          • Victor disse:

            Igor
            Muito sensato seu comentário! O meu caso é semelhante ao seu! Também sou professor de História e aguardo o concurso! Enquanto isso vamos nos virando né….

            Curtir

      • VAEZZA disse:

        Concordo em grau , numero e genero , Igor. ” vamo que vamo’

        Curtir

  4. Viviane disse:

    Saiu no diário oficial do dia 28/11 a previsão de nomeações da SEEDF para o ano de 2012 para professor, secretário, monitor e apoio administrativo. Segue o link para que vcs possam dar uma olhada. Além dessas vagas , as tornadas sem efeito das ultimas nomeações não foram ocupadas, o que pode aumentar o número de nomeações para o ano de 2012.

    http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2011/11_Novembro/DODF%20N%C2%BA%20227%2028-11-2011/Se%C3%A7%C3%A3o01-%20227.pdf

    Curtir

  5. vivi disse:

    Cristovam no MEC…demorou!!!!!

    Curtir

  6. Janaina disse:

    Amigos, torço por todos, afinal somos profs, independente de ser temporário ou efetivo. Mas realmente espero que em janeiro nossas tão sofridas NOMEAÇÕES se efetivem. Será WD? Abc

    Curtir

  7. Carlos Bertolot disse:

    avisa ao Cristovam pra não dar o numero de celular dele pra ninguém do governo!!

    Curtir

  8. Laura-desconvocada disse:

    Os aprovados 2010 já sofreram demais! Merecem por direito suas nomeações em janeiro de 2011! Tenho fé vai acontecer sim!!!

    Curtir

  9. Nomeações Já! disse:

    ENTREVISTA COM O GOVERNADOR AGNELO
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2011/12/01/interna_cidadesdf,280915/agnelo-diz-que-2011-foi-muito-dificil-em-funcao-do-caos-administrativo.shtml

    TRECHO: Onde o governo pode melhorar em 2012?
    Vamos ter uma melhora muito forte na saúde. Fazer uma mudança de modelo de assistência, que é a nossa proposta, é diferente de simplesmente construir um prédio, um hospital. Até o fim de 2012, tenho certeza de que a população perceberá mudanças de qualidade. Já fizemos um investimento fortíssimo na área física, que estava terrível na rede, colocamos 4 mil servidores neste período, onde a carência é grande, fizemos uma parceria importante com a Abrace para abertura do Hospital da Criança e também cuidados do abastecimento da rede. Mas precisamos ainda fazer a ampliação da atenção básica, a instalação de uma rede de urgência e emergência. Precisamos também construir 10 UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento) em 2012, cujo objetivo central será o tratamento das emergências e de urgências.

    RESUMINDO: A prioridade será a Saúde! e a Educação que continue assim como está!

    Meu voto vc não terá NUNCA mais!

    Curtir

  10. Desiludido e triste por ser profº da SEDF disse:

    Amigos desconvocados,

    Sem querer desanimar ninguém, demorou aproximadamente 3 anos e 270 dias entre a minha aprovação na SEDF e nomeação. Esperei quase 4 anos para ser convocado! E na época não estávamos neste clima de insegurança no governo como agora. Espero que todos sejam chamados, mas pode demorar mais do que o esperado. Agradeço por ter sido efetivado na SEDF e espero que todos que fizeram concursos, e por seu méritos próprios passaram, recebam a merecida nomeação.
    Espero também que eu tenha forças para fazer outro concurso e ir para bem longe da SEDF. Quero qualquer coisa, qualquer cargo, até mesmo aqueles que pagam menos do que se paga ao professor hoje na SEDF. Digo isto, pq qualquer plano de carreira é melhor que o nosso! E daí vai ser questão de tempo estar ganhando mais que a carreira magistério público do DF. Quero de preferencia uma categoria pequena, com menos de 10.000 profissionais, pq fazer parte de uma categoria grande como de professor só dá dor de cabeça e esmolas como “aumento”.
    Sorte a todos e que Deus nos proteja e nós dê conforme o nosso merecimento.

    Curtir

  11. DAVYS LUIS PAXIUBA DUNCAN-Prof_PLANALTINA-DF disse:

    Cumulação de cargos públicos não deve ultrapassar 60 horas

    A 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu, por unanimidade, que a cumulação de cargos públicos não deve ultrapassar 60 horas semanais nem acarretar em prejuízo ao desempenho e à saúde do trabalhador.

    Curtir

  12. DAVYS LUIS PAXIUBA DUNCAN-Prof_PLANALTINA-DF disse:

    fique de olho!
    Projeto regulamenta greve de servidor
    O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) apresentará, hoje, um projeto de lei que visa normatizar as greves de servidores públicos. O texto, antecipado ao Valor, estabelece que as entidades sindicais ou os servidores terão que manter, no mínimo, 50% do efetivo trabalhando durante a greve. No caso dos serviços considerados essenciais à população, 60% dos servidores deverão continuar em atividade. Essa norma regulamenta a assistência médico hospitalar, abastecimento de água, produção de energia elétrica, controle do tráfego aéreo, transporte coletivo e serviços judiciários, entre outros serviços. E 80% dos servidores do setor de segurança terão que manter o trabalho em caso de greve.

    A medida vai atingir os servidores das polícias Civil, Federal, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros. A proposta de Nunes Ferreira mantém a norma constitucional que veda o direito de greve aos militares. Hoje, o servidor público é regido pela Lei de Greve, voltada para a iniciativa privada. A decisão de aplicar essa norma foi do Supremo Tribunal Federal, já que não havia um ordenamento normativo voltado para a categoria. “Isso aconteceu por uma inação do Congresso. Esse meu projeto visa com que o Congresso cumpra o seu papel. Uma vez que a Constituição diz que é garantido o direito de greve aos cidadãos, aos servidores públicos na forma da lei. Essa lei não existe, por isso que eu propus”, disse.

    Os percentuais propostos por Nunes Ferreira não devem agradar aos servidores, já que superam a margem de 30% geralmente observada para a manutenção de pessoal em caso de serviços essenciais. Outro ponto do texto que promete criar polêmica entre os servidores públicos é o que trata do desconto dos dias parados. O projeto determina que haja um limite de 30% para o pagamento do período de paralisação. Ou seja, se o trabalhador ficar em greve por cem dias, receberá o equivalente a 30 dias de trabalho.

    No entanto, Nunes Ferreira não teme uma pressão do setor contra a iniciativa. “Basta ouvir o que as pessoas pensam na rua: o que o cidadão pensa da greve de polícia, da greve dessas categorias [que prestam serviços básicos]. Aqueles que trabalham no serviço público quando fazem greve, geralmente, prejudicam a população. É aquele que paga o imposto, que paga o salário deles.”

    Curtir

  13. Sem ilusão disse:

    Pessoal, dia 08-12 às 10:30 os profs. Aprovados irão estar presentes na CL. Se façam presentes e vamos lutar por nossas nomeações. NÃO DESISTEREMOS!!!abc

    Curtir

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: