Feliz Ano Novo!

31/12/2011

Amigos e Amigas,

Desejo a cada um e cada uma de vocês que visitam este Blog um Feliz Ano Novo, que seja DOURADO e com muito sucesso.

Na segunda-feira estaremos de volta com as atualizações e informações tentando sempre contribuir para a construção de uma educação melhor e com seus profissioanis com a valorização que merecem.

Até…


Entrevista sobre contratação de professores

31/12/2011

image

Hoje fui entrevistado pelo DFTV sobre a decisão do Governo de contratar até 6500 professores na modalidade contrato temporário. Sou contra e defendi a nomeação dos aprovados no concurso de 2010. A reportagem deve passar no DFTV 1ª Edição.


GDF autoriza, se necessário, realização de processo seletivo para professor temporário

30/12/2011

FONTE: Diário Oficial

CONSELHO DE POLÍTICA DE RECURSOS HUMANOS
Processo: 080.007.180/2011. Interessado: SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Assunto: CONTRATAÇÃO DE PESSOAL.
O Plenário do Conselho de Política de Recursos Humanos – CPRH, acolhendo, por unanimidade, o voto do Relator, resolve:
1. Autorizar a realização de processo seletivo simplificado, caso seja necessário, bem como a contratação temporária de 6.500 (seis mil e quinhentos) docentes ou 260.000
(duzentas e sessenta mil) horas semanais de trabalho, para o ano de 2012, visando suprir às carências da Rede Pública de Ensino, consoante as excepcionalidades previstas na Lei nº 4.266, de 11 de dezembro de 2008.
2. Submeter a presente Resolução à homologação do Excelentíssimo Senhor Governador do Distrito Federal.

Brasília, 19 de dezembro de 2011.
WILMAR LACERDA


Agnelo Queiroz sanciona orçamento de R$ 28,5 bilhões para 2012

30/12/2011

FONTE: G1

O orçamento do Distrito Federal para 2012 foi sancionado pelo governador Agnelo Queiroz nesta quinta-feira (29). O texto deverá ser publicado no Diário Oficial do DF na próxima semana, segundo a Secretaria de Comunicação. Pela Lei Orçamentária Anual (LOA), o GDF poderá investir, no próximo ano, R$ 16,85 bilhões do orçamento próprio, R$ 10 bilhões do Fundo Constitucional do DF (FCDF) e R$ 1,6 bilhão de recursos das empresas estatais, totalizando cerca de R$ 28,5 bilhões. O montante representa um acréscimo de 7% em relação ao recurso investido em 2011.

A saúde terá um aumento de R$ 443 milhões em 2012, um crescimento de 11% em relação a 2011. Entre os principais investimentos previstos para a área, segundo o GDF, estão a construção de unidades básicas de saúde e o desenvolvimento de ações de atenção primária.

Clique aqui e leia mais


Nove dicas para usar bem a tecnologia

29/12/2011

Por: David Rocha

O INÍCIO Se você quer utilizar a tecnologia em sala, comece investigando o potencial das ferramentas digitais. Uma boa estratégia é apoiar-se nas experiências bem-sucedidas de colegas.

O CURRÍCULO No planejamento anual, avalie quais conteúdos são mais bem abordados com a tecnologia e quais novas aprendizagens, necessárias ao mundo de hoje, podem ser inseridas.

O FUNDAMENTAL Familiarize-se com o básico do computador e da internet. Conhecer processadores de texto, correio eletrônico e mecanismo de busca faz parte do cardápio mínimo.

O ESPECÍFICO Antes de iniciar a atividade em sala, certifique-se de que você compreende as funções elementares dos aparelhos e aplicativos que pretende usar na aula.

A AMPLIAÇÃO Para avançar no uso pedagógico das TICs, cursos como os oferecidos pelo Proinfo (programa de inclusão digital do MEC) são boas opções.

O AUTODIDATISMO A internet também ajuda na aquisição de conhecimentos técnicos. Procure os tutoriais, textos que explicam passo a passo o funcionamento de programas e recursos.

A RESPONSABILIDADE Ajude a turma a refletir sobre o conteúdo de blogs e fotologs. Debata qual o nível de exposição adequado, lembrando que cada um é responsável por aquilo que publica.

A SEGURANÇA Discutir precauções no uso da internet é essencial, sobretudo na comunicação online. Leve para a classe textos que orientem a turma para uma navegação segura.

A PARCERIA Em caso de dúvidas sobre a tecnologia, vale recorrer aos próprios alunos. A parceria não é sinal de fraqueza: dominando o saber em sua área, você seguirá respeitado pela turma.

Fontes: Adriano Canabarro Teixeira, especialista de Educação e tecnologia da UFRGS, Maria de Los Dolores Jimenez Peña, professora de Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Da Universidade Mackenzie, e Roberta Bento, diretora da Planeta Educação.

 


Nomeação de servidor para assessoria não abre vaga

29/12/2011

A nomeação de um servidor público para um cargo comissionado não implica a abertura de uma vaga. Portanto, não significa que outro servidor pode ser imediatamente convocado, além do número de vagas previsto no edital do concurso de seleção. O entendimento é da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, aplicado no julgamento de recurso interposto pelo Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores do Estado de Minas Gerais (Sindojus-MG).

De acordo com o recurso da entidade de trabalhadores, um candidato foi aprovado em primeiro lugar no concurso para uma vaga de oficial de Justiça avaliador na comarca de Itabirito, em Minas. Dias depois, porém, foi comissionado para um cargo de assessoria em Belo Horizonte. Como o segundo colocado no certame não se interessou pela vaga, assumiu, então, precariamente, o terceiro lugar.

O sindicato, então, entrou com Mandado de Segurança no Tribunal de Justiça de Minas contra a nomeação do terceiro colocado. Afirmou que, na existência de uma vaga, deveria ter sido nomeado o segundo lugar. O Sindojus afirmou que o segundo colocado foi preterido com essa situação, mas o tribunal não acatou as alegações.

O caso foi levado ao STJ, onde a discussão sobre a preterição do segundo colocado foi deixada de lado. Segundo a relatora do caso, ministra Laurita Vaz, a própria nomeação precária não deveria ter sido feita. Afirmou que não existe regra legal, ou doutrinariamente apta, que permita a nomeação precária de outros candidatos não aprovados no concurso. A Lei Estadual 969/1952, que trata do assunto, citada no acórdão, afirma que só é aberta vaga quando o ocupante do cargo é exonerado, demitido, promovido, transferido, se aposenta ou morre.

Com base nessa argumentação, a ministra negou o recurso do sindicato. Para que haja a nomeação de outro servidor, deve ser aberta outra vaga – mediante realização de outro concurso. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.


Conversa com o Senador Cristovam Buarque

29/12/2011

Nesta quarta-feira tive uma ótima conversa com o Senador Cristovam Buarque. Aliás, um papo com o Senador nunca é uma “conversa”, mas uma verdadeira aula sobre educação, ética e política.

No momento Cristovam está envolvido na divulgação do seu livro A Revolução Republicana na Educação (download aqui), que traz inovadoras e polêmicas propostas para melhorar a Educação no Brasil. Para quem está acostumado ao pragmatismo da política atual, é ótimo conversar com alguém que pauta sua atuação e ação política em ideias e projetos para o futuro de uma nação. É isto que vejo no Cristovam.

 


%d blogueiros gostam disto: