A pela construção da creche pública na 204/205 Sul

31/01/2014


Diretores de escolas públicas do DF defendem mobilização

29/01/2014

Apesar dos “tremiliques” nos altos andares do Edifício Phenícia nesta semana, hoje a reunião com diretores e vices das escolas públicas convocada pelo Sinpro foi um marco e um sucesso. Primeiro por que foi a primeira reunião organizada com o Sinpro com gestores para discutir problemas administrativos das escolas. E apesar da cautela inicial, o fato é que a reunião foi concluída num clima legal de que “estes é um problema de todos”.

Mas o que marcou mesmo o encontro foram os relatos indignados de muitos gestores, uma vez que confiaram numa portaria publicada no Diário Oficial de 12 de Abril de 2013, onde o Governo garantia o repasse de 100 milhões de reais para as escolas e estas, por sua vez, fizeram compromissos, desenvolveram projetos, investiram e no final tiveram apenas a resposta que “2013 já passou”. A posição de todos foi clara: não basta garantir o repasse do PDAF 2014, o Governo tem que assumir suas responsabilidades e resolver os problemas gerados pela falta de repasse da verba de 2013. Além disso será o grupo quer a rediscussão do número de supervisores nas escolas e reajuste na gratificação.

E a disposição é grande: esclarecimento da comunidade, mobilização dos pais alunos e professores, passeata, reunião como Governador, mobilização no dia 12 na Aula Inaugural, paralisação. Tudo isso será discutido na reunião de sexta-feira, 9 horas, na Sede do Sinpro, caso o Governo não apresente solução concreta na reunião de negociação que acontecerá amanhã, quinta-feira, na sede da SEDF com o Sinpro e comissão de gestores.

Hoje a fagulha foi acesa, vamos ver se o Governo vai jogar gasolina!

.

Washington Dourado

CLIQUE AQUI e visite a nova página no Face


Sinpro se reúne com diretores(as) e organiza a pauta para a reunião com secretário de Educação

29/01/2014

FONTE: Sinpro

Na manhã desta quarta-feira (29) cerca de 100 diretores(as) compareceram à sede do Sinpro para debater o PDAF. Representantes de várias escolas do DF puderam expor suas realidades e sugeriram encaminhamentos para a reunião agendada pelo Sinpro com o secretário de Educação Marcelo Aguiar, na quinta-feira (30).

Janaína Almeida, diretora da EC 05 no Guará, ressaltou que muitas escolas nem receberam a primeira parcela do PDAF 2013 e não puderam investir em obras de manutenção. “Minha escola, por exemplo, deve R$ 10 mil. Não pudemos fazer nenhum reparo durante as férias. E com a previsão do PDAF 2014, nossa receita cai de R$ 46 mil (prometida em 2013), para menos de R$ 20 mil (em 2014). Mesmo assim, a expectativa é a melhor possível. Algumas solicitações já foram sinalizadas, portanto espero que as promessas sejam cumpridas”, disse.

Vinicius Rodrigues, do CAIC Santa Paulina (Paranoá) espera uma posição do secretário de Educação. “O repasse emergencial anunciado há pouco não é suficiente para que comecemos o ano letivo com tranquilidade. Desejamos uma resposta concreta sobre o PDAF 2013”, anseia.

As demandas serão apresentadas na tarde desta quinta-feira (30) em uma reunião que a Comissão de Negociação do Sinpro e cinco representantes dos(as) gestores(as) terão com o secretário de Educação. Será cobrado o repasse imediato do PDAF 2013, a garantia de repasse conforme cronograma do PDAF 2014, além de outros pontos importantes, como a revisão dos critérios do número de supervisores nas escolas e a situação dos uniformes escolares deste ano letivo.

Durante o encontro foram apresentadas algumas propostas de mobilização, como reunião com pais de alunos e professores e uma nota esclarecendo a comunidade escolar sobre a realidade de cada escola, e caso não haja avanço nas negociações com o governo, a realização de atos e passeatas em defesa da garantia das condições necessárias para o bom funcionamento da escola, garantindo a Gestão Democrática.

CLIQUE AQUI e leia mais


Concurso SEDF/2013: nova análise do gabarito

29/01/2014

Prezados(as) participantes do concurso da SEDF/2013,

Falei há pouco com a Secretária Adjunta de Administração, Jackeline Aguiar, e ela afirmou que a Ouvidoria recebeu umas 200 reclamações sobre a correção das provas, especialmente, sobre a questão 15 da prova de atividades. Diante desse fato, a SEAP fez uma reunião com o IBFC hoje e determinou que todos os gabaritos sejam analisados novamente e que o prazo para o Instituto realizar este procedimento será até a próxima terça-feira.

Por fim, a Secretária afirmou que tanto a SEAP quanto a SEDF já responderam às solicitações do Ministério Público e que até o momento não há qualquer indício de que será pedido a anulação do certame.

Assim que tiver postarei aqui novas informações.

.

Washington Dourado


Secretaria de Educação divulga nota sobre os uniforme escolar

28/01/2014

Nesta tarde a Secretaria de Educação divulgou nota anunciando a flexibilização do uso dos uniformes por “um período de transição”. Na nota a SEDF justifica ainda a decisão de mudar a estampa dos uniformes.

CLIQUE AQUI e leia a nota

Amanhã, quarta-feira, tem reunião do Sinpro com diretores das escolas púbicas e esta nota, junto com o anúncio de repasse da primeira parcela do PDAF 2014, parece ser uma resposta antecipada à mobilização.

.

Washington Dourado


Saiu no DODF a portaria de distribuição de turmas de 2014

28/01/2014

download

Fui publicada no Diário Oficial de hoje, terça-feira, a PORTARIA N° 12 que dispõe sobre os critérios para Distribuição de Carga Horária, os procedimentos para a escolha de turmas e para o desenvolvimento das atividades de coordenação pedagógica e, ainda, os quantitativos de Coordenadores Pedagógicos Locais, para os servidores da Carreira Magistério Público do Distrito Federal em exercício nas unidades escolares da rede pública de ensino do Distrito Federal.

CLIQUE AQUI e leia o texto oficial. A partir da página 5

.

Por: Washington Dourado


Secretaria de Administração recebe candidatos do Concurso para professor

27/01/2014

FONTE: SEAP

A Secretaria de Administração Pública atendeu, na manhã de hoje (27/01/2014), um grupo de candidatos que fizeram as provas do concurso público para professor da rede pública de ensino.

A principal pauta dos candidatos era o aumento do número de vagas do cadastro reserva do referido concurso.

O edital do certame prevê 804 vagas com um cadastro reserva de 5 vezes esse número. As provas foram realizadas no dia 08/12/2013.

A secretária adjunta, Jackeline Domingues, informou da impossibilidade de alteração do número de vagas do cadastro reserva, pois isso fere as normas do edital. “Não há como fazer alteração no cadastro reserva com o concurso em andamento. O edital é lei entre as partes. No entendimento dos órgãos fiscalizadores, para garantir a isonomia entre os candidatos, qualquer mudança no edital somente pode ser feita até a fase de inscrição no certame.”.

A SEAP destaca que este tem sido o pleito de diversos candidatos nos últimos concursos, como por exemplo os candidatos para a Polícia Militar e Técnico em Enfermagem, porém a solicitação também não pode ser atendida.

CLIQUE AQUI e leia mais


%d blogueiros gostam disto: