Governador Rollemberg, queremos solução e um ano letivo tranquilo!

Governador Rollemberg,

A sociedade e os servidores públicos já entenderam que há déficit nas contas do Governo do Distrito Federal. Porém, no caso dos salários e direitos dos servidores da Educação e Saúde, todos entendem também que é possível Vossa Excelência tomar atitudes efetivas para resolver imediatamente a calamitosa situação. Algumas possibilidades:

1 – Tomando empréstimo junto a bancos públicos, oferecendo como garantia bens de propriedade do DF;

2 – Convocando a Câmara Legislativa em caráter extraordinário para aprovação de uma ARO – Antecipação de Receitas Orçamentárias, possibilitando assim uma operação de crédito emergencial para honrar os compromissos com os servidores;

3 – Remanejando recursos dos RESTOS A PAGAR referente a empenhos não liquidados em 2014. O SIGGO mostra que há mais de 1 bilhão nesta condição passível de ser utilizado;

Entre outras…

Alerto que o discurso do “caos”, da responsabilidade do Governo anterior logo perderá força se a sociedade não perceber que Vossa Excelência está realmente empenhado na solução. Ontem nós o avisamos que sem o pagamento integral do salário e dos direitos dos professores, orientadores e servidores da Assistência à Educação não haverá início do ano letivo.

Portanto, Governador, está em suas mãos encaminhar todos os desvios e irresponsabilidades administrativas do Governo anterior aos órgãos fiscalizadores e de controle. Mas também está em suas mãos a responsabilidade de pagar nossos direitos e garantir um ano letivo mais tranquilo.

O parabenizo pela iniciativa de reconhecer as dívidas da gestão passada, mas agora queremos solução efetiva. Afinal, Rollemberg, agora Vossa Excelência é G.O.V.E.R.N.A.D.O.R!

.

Por: Washington Dourado

Anúncios

27 Responses to Governador Rollemberg, queremos solução e um ano letivo tranquilo!

  1. Agora “to sentindo firmeza mano”. Frases eivadas de dardos inflamados no estilo “Faca nos dentes e sangue nos olhos”, Afinal trata-se de direitos líquidos e certos amparados pela Carta Magna.

    Curtir

  2. Agora realmente vejo um discurso de sindicato.

    Curtir

  3. Parabéns ao governador por reconhecer dívidas da gestão passada????? tá de sacanagem, isso não é nem o mínimo, o mínimo era pagar o q deve aos servidores.

    Curtir

  4. Sugestões para ir suportando a falta de pagamento por parte do GDF e contando com a ‘compreensão’ do governador:

    1. Acrescentar ao cheque especial de cada servidor o valor que lhe é devido em pagamentos atrasados (13º, salário e férias);

    2. Estabelecer uma taxa de 0% sobre o valor citado anteriormente, afinal não acho nada justo pagar juros a quem me deve, ainda mais quando o juros chega a quase 10% ao mês (um roubo institucionalizado);

    3. Suspender a cobrança de juros e multa por parte das empresas do GDF (CEB e CAESB, p.e.), afinal se as contas atrasarem o único culpado é o próprio GDF;

    4. Acatar todos os cheques nas contas dos servidores;

    5. Como não temos garantia nenhuma até o momento do pagamento das férias, que o início do gozo das mesmas passe a ser contado a partir do dia do efetivo pagamento.

    Nós, professores e professoras, contamos desde já com a sua compreensão, nobre governador.

    Curtir

  5. A desculpa do problema do governo anterior já perdeu a força… Soluções estão ai! Acho mesmo que o Sr, Governador esta de descaso com nossa categoria. Azar o dele…eleições virão,

    Curtir

  6. rob diver disse:

    Não me interessa saber se o governo anterior deu calote ou não, no fundo todos do governo roubam mesmo e não vai ser diferente com o Enrolando Berg o que nós QUEREMOS e receber tudo esta semana, dinheiro tem, seja por empréstimo ou vá vender latinhas mas nos pague.
    W.D vamos continuar a pressão não podemos aceitar o q Enrolando esta fazendo é tudo dramatização e manobra política.

    Curtir

  7. As sugestões citadas pelo colega poderiam ser propostas para o governador imediatamente. Afinal o governo que nos deve.

    Curtir

  8. E os direitos do contrato temporário correspondente ao não recebimento na data do décimo terceiro? Como fica? pois em caso de empresa privada o empregador paga multa, e no caso do GDF?

    Curtir

  9. Gleisse psico disse:

    APÓS 4 ANOS, ENFIM UM SINDICATO

    Curtir

  10. Que em fevereiro ele atrase o salario das outras categorias,e,pela primeira vez na vida seremos valorizados.Chega conhecimentos vazios,é vontade politica inverter a situaçao e reparar o erro grotesco com a nossa catwgoria!!

    Curtir

  11. rob diver disse:

    W.D vc pode informar porque ainda não foi disponibilizado os contra cheques dos contratos eu consigo ver apenas meu décimo terceiro esta faltando o de dezembro e o das férias que este ano vai ter um contra cheque próprio. Liguei no GESPRO e fui informado que os 3 contra cheques estão prontos, mas o governo ainda não liberou a publicação. W.D gostaria de saber porque não tenho nem ideia de quanto vou receber.
    O Enrolando Berg esta sendo o pior governo para nós professores e esta só no começo. Dinheiro para pagar ele tem, com certeza ela já recebeu o dele.

    Curtir

  12. WD se atrasar salário não for calote, não sei mais de nada. Não se enganem ainda não temos nosso sindicato de volta……..

    Curtir

  13. Situação complicada e muito difícil. E ter que ouvir na mídia que o ex-governador está descansando nos Estados Unidos e que enquanto morava na Residencial de Águas Claras gastou pelo menos R$ 1,750 milhão na residência oficial de Águas Claras em dois anos e meio do governo de Agnelo Queiroz. Essas notícias só mostra o descaso da situação crítica que se encontra o Distrito Federal.
    Enquanto isso os servidores da Educação passam por dificuldades financeiras, pois dependemos dos nossos salários para sustentar as nossas famílias e pagar as nossas dívidas.

    Washington mais uma vez reitero a situação sobre férias as proporcionais e 1/3 de férias que nem se quer contracheque existe no sistema. Conforme a sua última informação a respeito, que já estaria pronto e que seria colocado no sistema? E quando será?Pois esse é o comprovante caso precise recorrer a outros órgãos superiores para recebermos. Quem é responsável em colocar no sistema? Por que ainda não fez? São questões que nos deixa apreensivos quanto a esse vácuo.
    Aguardo o seu breve retorno a essas questões.

    Desde já agradeço a atenção.

    Janete Cavalcante

    Curtir

    • dhai1 disse:

      Também me pergunto o pq !
      Eu só queria ter acesso ao contracheque !
      Fiquei no contrato até junho.
      Depois tomei posse.
      Não sei quanto irei receber na matrícula do contrato e tbm não sei quanto da matrícula do efetivo.
      Sinceramente é muito descaso.
      Um absurdo!
      😦

      Curtir

  14. Enos de Souza disse:

    caro Washington, quando o sindicato vai cobrar as multas pelo atraso no pagamentos dos salarios de novembro e dezembro? E em relação ao 13º?

    Curtir

  15. Parabéns Wd pela fala, precisamos de atitudes acertivas como essa. O GDF poderia mesmo, arrendar alguns edificios, até mesmoo estádio. e devolver o mais rápido possível os prédios que estão alugados para secretarias.

    Curtir

  16. Maria Inácia disse:

    Além do Fundo Constitucional e outras verbas que poderiam muito bem ser usadas para pagar os professores, há alguns do BRB que afirmam que o nosso dinheiro está sendo aplicado para render juros, Enrollaberg está fazendo como Roriz, ganhando às nossas custas. O fato de Hélio Doyle, traidor de Cristovam e rorizista de primeira ser o porta-voz de Enrollaberg já é um sinal de que nós, professores, vamos e muito sofrer nas mãos deste novo desgoverno.

    Curtir

  17. E o contracheque das férias? Para quem fez opção pelo adiantamento, será pago?

    Passou dos limites essa situação.

    Curtir

  18. WD, gostaria muito de saber qual a porcentagem do repasse do Fundo Constitucional é usado de fato para pagar segurança, saúde e educação aqui no DF. Sempre escutamos que essa verba é para as três áreas ( se for assim, ela deveria ser dividida IGUALMENTE entre as três, certo?) Pq agora só ouvimos que esse fundo serve para pagar a educação é o RESTO que sobra vai para as outras áreas? Gostaria de saber sobre o FUNDEF ou o FUNDEB não servem justamente para complementar, pelo menos em parte, o pagamento dos professores?

    Curtir

  19. Ops, errata na quinta linha, onde lê-se educação, na verdade é SEGURANÇA!

    Curtir

  20. ate agora não obtive nenhuma resposta do sinpro em relação da cobrança dos juros que serão cobrados pelo atrasos do pagamenpto das contas.

    Curtir

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s