GDF indica que não vai pagar os reajustes salariais previstos na lei

Vocês se lembram quando ainda em dezembro eu alertava, mesmo sob vaias, que a potencialização da crise pelo Governo Rollemberg tinha como objetivo justificar o ataque aos nossos direitos?

Pois ai está na capa do Correio Brasiliense o resultado de todo o alarde feito pelo RR e equipe.

Se preparem,  que muito mais vem por ai. Não é a toa que a equipe econômica do Governo atual é comandada pelos mesmos que atacaram os direitos dos servidores de Minas Gerais.
.
Washington Dourado

Anúncios

20 Responses to GDF indica que não vai pagar os reajustes salariais previstos na lei

  1. O governo teve o tempo e a paciência que pediu, no entanto agora chega! Esse ex-senador – o que fez no senado mesmo??? – e arremedo de governador está nos enrolando desde sempre. Somente a falta de respeito para com professores, professoras e outras categorias profissionais – lembremos que vários tiveram seus direitos trabalhistas subtraídos – já é motivo mais do que suficiente para deflagrarmos uma greve. Não acredito que a ARO seja votada nem na próxima semana – e não se iludam, o compromisso da maioria na CLDF é com o GDF e não conosco – logo…detalhe, o carnaval está chegando, e aí ….
    Defendo que só devemos iniciar o ano letivo após o pagamento de todas as pendências trabalhistas e a garantia dos reajustes de mar e set/2015.
    Fora desse escopo o GDF terá de arcar com a responsabilidade de levar a categoria para a greve e mais, acredito que nunca fomos tão humilhados e vilipendiados por um governo. Convido todos aqueles que têm espinha dorsal a não se dobrarem a esse governo nefasto e se prepararem para uma das mais importantes greves da nossa história. INDICATIVO DE GREVE JÁ! NÃO PAGA, NÃO TRABALHO!
    A depender desse incompetente, a ARO será liberada após todos os parcelamentos. É um jênio – com j mesmo – esse (des)governador.

    Curtir

  2. Preocupação presente! Primeiro penso pararmos paulatinamente, para podermos pensar progressivamente.

    Curtir

  3. Greg B. Ramos disse:

    Estamos todos no mesmo barco, mas vou ter de escrever: BEM FEITO! Eu tb comentava que esse cara era um picareta. Qnd ele começou a esquematizar gente de MG, que fizeram isso com os professores de lah, tb fui criticado! Mesmo eu sofrendo digo assim mesmo, bem feito! Isso é so o começo! Não tem nem 2 meses desse cara ai. Ele faz igualzinho um ex-gov de MG. Olha que coincidência… Todos os jornalecos do DF paparicam ele, igual o outro! Só posso escrever algo, preparem-se para muito mais. Vamos ter menos…

    Curtir

    • cleber21 disse:

      Apesar de estar no mesmo barco e furado, digo BEM FEITO Tb, governo dos trabalhadores é PT, ruim com ele pior sem ele. Digo isso pq vi FHC, Roriz essa corja toda detonar a educação. Mas o BEM FEITO não vai para todos, vai para aqueles que NÃO parciparam da luta que foi a contrição deste plano de carreira invlusive com uma longa greve contra o gov.Agnelo e ainda me falavam que este plano de carreira era ruim. Então chupem essa manga agora nem o ruim não vai ter. Xingar político, detonar sindicato é fácil. Quero ver é exercer a política, participar de debates, reuniões, assembléias e lutar por mudanças. Pra essa galera aí digo BEM FEITO. Rolemberg já estragou seu Natal, seu Ano-Novo, suas férias. E fiquem atentos DFTV tem gente do Doyle lá dentro. Notaram como não falam mais nos problemas da saúde? Estão abafando. A criminalidade solta e eles diZendo que diminuiu só panaca acredita.

      Curtir

  4. baruc12 disse:

    Não volto.Um governo que rasga as leis e não cumpre direitos trabalhistas não está preocupado com a educação.Precisamos nos levantar agora ou ficaremos presos dentro de um gueto.Qualquer semelhança com o nazismo é mera coincidência.Greve Já,demorou.Fora Coxinhas.

    Curtir

  5. Essa medida é para a categoria entender que reajuste salarial não pode ser parcelado e ainda deixar parte do parcelamento para o novo governo, neste sentido que sindicato e muito menos a categoria deve apoiar nenhum governo. Somos trabalhadores e devemos ser sempre contrários ao governo. Vale ressaltar, que ser servidor do Estado não garante recebimento de salário. Se o Estado entrar em crise financeira quem não recebe é o servidor! Essa é a política capitalista.

    Curtir

  6. ISAURA ADELAIDE SANTOS OLIVEIRA disse:

    Não há mais o protelar.Chamada na mídia e greve já!

    Curtir

  7. drica* drica disse:

    Então…essa “fala” eu já registrei…penso que devo trocar de profissão e “jogar as pedras” rsrsss..
    O Sinpro, deve poupar as suas energias para mobilizar a categoria para aS greveS que vem pela frente. Esquece a ARO, o que deveria ser feito já aconteceu e se…aprovada, a verba só será liberada em 30 dias (já esperamos demais)
    *Inicio do ano letivo – não vamos retornar sem a quitação dos pagamentos . Isso é fato.
    *Sem o pagamento dos reajustes, vamos cruzar os braços. Isso
    é fato.
    A mobilização deve ser muito bem articulada, porque temos três situações que devem ser analisadas e trabalhadas:
    (comento e aponto isso, pela vasta experiência com greves na
    SEDF)
    . Contratos temporários
    . Os que ficam com a #&*%@ no sofá
    . Os que solicitaram ou vão solicitar aposentadoria.
    Para a nossa greve ter sucesso nós precisamos de UNIÃO E FORÇA*. Vamos aguardar as articulações do Sinpro, enviar e-mails
    para os nossos colegas das escolas, para encorajá-los a participar
    da próxima assembleia. Vamos mostrar para esse ou qualquer outro
    governo, que os educadores devem ser valorizados e respeitados.
    Temos que ter em mente, que toda a luta exige coragem, persistência e sacrifícios, sempre foi assim e não vai mudar.

    Curtir

  8. Tom C disse:

    Parabéns ao nosso sindicato. No Governo Rollemberg está ativo e representativo, pena que isto não aconteceu no governo do Agnelo. Vamos para cima.

    Curtir

  9. O Gdf tem os melhores salários, e é um dos piores no Ideb, perde pra todos os estados do sul e sudeste, perdendo até pra estados do nordeste. Como se explica isso?

    Curtir

    • O Ideb leva em consideração as aprovações. Se você aprovar todo mundo o seu IDEB será maravilhoso. Mas vai criar uma bola de neve de descaso, preguiça e alunos com níveis ridículos de alfabetização.

      Curtir

    • drica* drica disse:

      Sra. Danilla , não procede a sua informação .

      “São Paulo foi o estado que apresentou o mais alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para o ensino médio segundo dados de 2013 divulgado nesta sexta-feira (5) pelo Ministério da Educação. O Ideb de São Paulo foi de 4,1 pontos, considerando as redes públicas e privadas. Em seguida aparecem Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro e Santa Catarina, com Ideb 4,0.” (fonte G1 – educação – notas do Ideb 2013)
      Ainda assim, a rede de ensino da capital do país ficou acima da média nacional, com exceção do ensino médio público.”
      *( Avaliação do Ideb é realizado a cada dois anos)*

      Concordo que não é o ideal, mas,declarar que o GDF é um dos piores no Ideb , é muita falta de informação. Se bem que o Ideb
      não é parâmetro para discutir qualidade de educação.
      Quanto aos “melhores salários” deixo por sua conta.
      Fiquei curiosa…A Sra. é ou foi professora?

      Curtir

  10. Indice de aprovações? E os exames aplicados pelo Inep? Não contam.

    Curtir

    • É um somatório, mas é evidente que boa parte dos desempates são oriundos dos critérios de aprovação. Como a colega acima já especificou o DF está bem colocado tendo em vista a atual situação, Se aprovarmos todo mundo nosso índice rapidinho será o melhor do país. Mas seria vergonhoso, irresponsável e imaturo apoiar um sistema que forma analfabetos.

      Curtir

  11. Sr. Drica, acho que está enganda, ou não conseguiu apreciar de modo singular a tabela do Ideb 2013, São Paulo obteve a nota 3,9.

    Curtir

  12. Creio que essa Senhora Danilla quer desviar o assunto. A questão é simples Dona Danilla. Não podemos admitir retirada de direitos independente de qualquer outra coisa. Também estou curiosa !!!!
    És professora? Qual sua função na Secretaria?

    Curtir

    • drica* drica disse:

      Não deve ser professora, porque não tem noção da jornada de trabalho de um professor e nosso comprometimento com a educação. Deve ter o diploma de algum curso por correspondência, justificativa para desvalorizar os professores e criticar nossos salários.

      Curtir

  13. O engraçado é que a mídia e o governo nunca divulgam o aumento dos salários dos deputados que foi mais de R$ 5.000,00 e não provocou nenhum impacto para o governo, enquanto o irrisório aumento dos funcionários da educação provocou um verdadeiro tsuname nas contas do governo.

    Curtido por 1 pessoa

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: