Esclarecimentos do WD

Caros visitantes,

Nas últimas semanas passei a enfrentar um grave problema que tem me impedido de manter este espaço atualizado e ao qual passo a relatar:

Em setembro de 2012 eu era presidente da Cooperativa Habitacional dos Professores da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal – Cooheduc e firmamos um contrato com a VERTICAL CONSTRUCÃO E INCORPORACÃO LTDA para desenvolver empreendimentos habitacionais destinados a atender a demanda dos professores e servidores públicos, segmento em que a cooperativa atua.

Ato contínuo, a Cooheduc, sempre intermediado pela VERTICAL Construção e Incorporação, firmou contrato de Compromisso de Compra e Venda de três projeções localizadas em Samambaia, na quadra 212, para construção de 166 apartamentos. Durante os meses que se seguiram a Cooheduc, em conjunto com a Vertical, desenvolveu os projetos, a estratégia de divulgação, os materiais publicitários, a composição da demanda, inclusive utilizando a logomarca e referências das duas empresas.

Na etapa preparatória para realização do empreendimento todos os procedimentos foram tomados em nome da cooperativa, mas com a participação direta da construtora VERTICAL. Assim, a Cooheduc conseguiu formar toda a demanda, arrecadou recursos dos cooperados para cobrir os custos, aprovou os projetos, juntou documentos necessários para aprovação do financiamento bancário entre outros compromissos. Destacando que o pagamento do terreno seria concretizado com a aprovação por parte da construtora do financiamento junto a Caixa Econômica, uma vez que esta possibilidade estava prevista na modalidade Crédito Associativo.

Ocorre que a VERTICAL, responsável pela aprovação junto ao agente financeiro e construção do empreendimento não conseguiu fazer sua parte, teve seu nome rejeitado pela Caixa Econômica e, passado vários meses, não conseguiu resolver suas pendências junto ao banco e deixou a Cooheduc e seus cooperados com enorme prejuízo.

A partir desse momento a cooperativa passou a arcar sozinha com todos os prejuízos e transtornos causados aos cooperados. Enquanto isso o grupo VERTICAL passou a atuar através de outra sociedade, com a mesma marca e objeto, mas em nome de outras pessoas, deixando de assumir até o momento qualquer parcela de responsabilidade em relação ao projeto Aquarela.

Mesmo diante de todos os problemas e dificuldades, a direção da Cooheduc em nenhum momento deixou de assumir suas responsabilidades e compromisso em garantir a devolução dos valores investidos pelos cooperados.

Por outro lado, depois de serem veiculadas na imprensa matérias sobre o caso Aquarela, a Vertical afirmou que fará proposta de migração dos adquirentes de unidades no Aquarela para outro empreendimento desenvolvido pela empresa na mesma região. Esta proposta será apresentada aos cooperados. Entretanto, a diretoria da Cooheduc tomará as providências judiciais contra a VERTICAL para que esta seja condenada ao ressarcimento de todos os danos causados à cooperativa e seus cooperados.

Nesta semana prestamos todos estes e outros esclarecimentos à Globo, que lamentavelmente tem feito matérias onde busca claramente criminalizar a entidade e tudo que foi feito, sem dar direito e espaço para nossos argumentos.

Aliás, numa matéria a Globo falou que não apresentamos documentos, quando na verdade gravamos a entrevista com uma pasta de documentos nas mãos. Em outra, a repórter ligou para pedir a reportagem e eu falei que como a construtora disse que apresentaria uma proposta, achei melhor não gravar. Entretanto, a repórter puxou conversa e assim conversamos por uns 20 minutos. Depois ela fez matéria com esta gravação sem me consultar e ainda criminalizando o fato de eu ter dito que a cooperativa investiu em estrutura administrativa, impostos, projetos, divulgação e outros custos do empreendimento.

Mas a luta é assim e vamos enfrentá-la de cabeça erguida.

.

Washington Dourado

Uma resposta para Esclarecimentos do WD

  1. Bom dia,
    A sabedoria nos ensina a se preparar para duas coisas nesta vida: “dinheiro e poder”, se não está preparado, vá para a roça plantar mandioca e criar galinha. Vejo com muita tristeza o Mestre Washington Dourado, supostamente envolvido no episódio noticiado pela imprensa escrita, falada e televisada. Vou mais longe e digo que: “A sabedoria quando é muita, vira bicho e come o dono”. Ainda mais longe irei: “Suba um degrau na sabedoria, um degrau na riqueza e dois degraus na humildade”. São lições que tem o condão de aprimorar o cotidiano.
    Com a cautela devida e acreditando nos esforços empreendidos pelo Mestre, na justificativa de suas ações, despeço-me cordialmente.
    JTForte abraço.

    Curtir

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: