AVISO!

16/03/2014

Pessoal,

Semana passada bati o carro e acabei machucando uma das mãos. O resultado é que precisei reduzir a utilização do computador e consequentemente as atualizações deste espaço.

Logo estarei com força total!

.

Washington Dourado


Deputados, diretores e alunos pedem melhorias na descentralização financeira de escolas do DF

13/03/2014

Durante toda a tarde desta quinta-feira (13), deputados distritais, representantes do GDF, diretores de escolas, professores e alunos discutiram questões relacionadas com o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF), cujo objetivo é garantir maior autonomia às escolas para pagamento de contas, compra de materiais e realização de pequenas reformas. A discussão se deu em comissão geral proposta pelos deputados Wasny de Roure (PT), Professor Israel (PV) e Joe Valle (PDT). Como encaminhamento, foi proposta a criação de uma comissão de parlamentares para acompanhar a regularização dos repasses do PDAF às escolas.

“O intuito dessa comissão é trazer o problema à tona, para que a Câmara Legislativa possa contribuir para solucioná-lo. É uma situação muito delicada para as escolas”, observou Wasny. O deputado se refere à situação de endividamento de alguns diretores de escolas públicas por não terem recebido, no ano passado, a totalidade dos recursos previstos no PDAF.

CLIQUE AQUI e leia mais


Dados irreais sobre ciclos e semestralidade no DFTV

12/03/2014

 

Hoje pela manhã o Secretário de Educação foi entrevistado pelo Bom Dia DF, da TV Globo. Sinceramente, como conheço o Marcelo Aguiar e seu do seu compromisso com a gestão pública, vou entender aqueles dados divulgados por ele como um ato de desespero da SUBEB em sua ânsia para justificar o modelo de Ciclos e Semestralidade. Realmente, não é possível que o Secretário os dados daquele jeito sem que tenha sido levado a um erro…

1º – Atribuir aos Ciclos os 97% de aprovação dos alunos do BIA é uma atitude vexatória. O BIA já existe há tempos e não é parte do projeto implantado por este Governo. Além disso, o próprio conceito do BIA já é no sentido de evitar a reprovação.

2º – Dizer que os alunos dos Ciclos já apresentam melhores indicadores de aprendizagem também não corresponde com a verdade. Todos sabem da turbulência nas escolas públicas do ano passado com a implantação atabalhoada deste projeto. Então, como depois de tudo aquilo já é possível dizer que houve melhoria?

3º Se o Secretário quis dizer que houve redução nos índices de desistência entre alunos da dos ciclos e semestralidade neste ano, como foi possível verificar isso? Não temos nem dois meses de aula ainda?

4º – Será só coincidência que exemplos de escolas onde Projeto de Ciclos e de Semestralidade estão obtendo sucesso são sempre da CRE Recanto das Emas?

5º – Neste ano a própria SUBEB informou ao Sinpro que houve redução no número de escolas que aderiram ao Projeto de Ciclos e Semestralidade. No primeiro caso caiu de 245 para 219 escolas. No segundo, de 42 para 20. Mas hoje no Bom Dia DF foi dito que são 42 escolas no sistema de semestralidade.

Além disso, só para registrar, a falta de professores nas escolas públicas é generalizada sim. Um sobrinho meu que estude numa escola de Planaltina, por exemplo, ainda não teve aula de Matemática neste ano.

.

Washington Dourado


Atenção diretores(as) das escolas públicas do DF!

12/03/2014

Atenção Diretores(as) e toda comunidade escolar do DF,

Conforme combinado na Planária dos Gestores das Escolas Públicas promovida pelo Sinpro em fevereiro, vai acontecer nesta quinta-feira, dia 13, às 15 horas, na Câmara Legislativa, a Comissão Geral para debater O PDAF e os desafios da gestão das escolas públicas do DF.

Neste momento em que as escolas públicas enfrentam tantos problemas é fundamental a mobilização da equipe gestora, do Conselho Escolar e toda comunidade. Este é um momento importante para mostrar a toda sociedade as dificuldades enfrentadas por quem trabalha nas escola públicas.

Ajude também na divulgação

Comissão Geral III


GDF retifica e divulga no dia (21/02) o calendário dos feriados e os dias de ponto facultativo do ano de 2014

11/03/2014

FONTE: SEAP

O Governo do Distrito Federal retificou e divulgou, na sexta-feira (21/02), o calendário dos feriados e os dias de ponto facultativo do ano de 2014, através do DECRETO Nº 35.163, de 13 de fevereiro de 2014, no Diário Oficial do DF (DODF), Seção I, página 1.

Conheça aqui o calendário, Seção I, página 1…


Atraso no pagamento de professores que fizeram portabilidade bancária

10/03/2014
Nesta manhã o blog recebeu a seguinte reclamação do professor João:
“Prezado Washington Dourado,

É lamentável ter de informar ao seu blog que o pagamento dos vencimentos referentes a fevereiro (mês 02/2014) não foi creditado na conta dos professores cujo o recebimento do salário é feito mediante a portabilidade bancária. A situação é real, pelo menos até agora, 8h da segunda-feira, dia 10/03. É notório que o pagamento do mês 02/2014 foi autorizado e creditado no sábado, 08, e na manhã daquele dia já estava disponível para os funcionários da educação. É bom lembrar que o pagamento ao banco portador é realizado através da operação bancária de TED pelo BRB, assim que o pagamento é liberado. O que aconteceu relativo ao pagamento do salário de fevereiro é portanto mais um grande abuso deste banco. Muito possivelmente, o BRB pode estar aplicando e especulando em mercado financeiro com os recursos de nossos salários, lucrando as custas  do atraso do pagamento de nossas contas e prejuízo do orçamento familiar. 

O caso é tão grave que tem professor correndo risco de ser preso porque o pagamento da pensão alimentícia que está obrigado a fazer mensalmente não foi realizado devido a arbitrariedade do BRB. Vale ressaltar que muitas reclamações e representação contra o BRB pela sua prática de atrasar a transferência do salário ao banco portador já foram feitas no PROCON, no Banco Central e outras instâncias, mas nada disso parece frear as ações irresponsáveis do banco do GDF.”

COMENTÁRIO DO WD:

João,

No momento não tenho informações sobre o que deve ter ocorrido, mas vamos buscar informações e denunciar esta situação abusiva.


Escriturário do BB não pode acumular cargo de professor

10/03/2014

FONTE: Conjur

O Tribunal Superior do Trabalho manteve a decisão que impediu um escriturário do Banco do Brasil acumular o cargo com o de professor municipal. Aprovado no concurso do banco em 1985, três anos depois o escriturário tomou posse no cargo de professor da rede municipal de Natal. Depois de 23 anos, recebeu correspondência do BB exigindo a opção por um dos cargos, sob pena de procedimento sumário que poderia resultar no seu desligamento.

O banco disse ter tomado tal atitude após receber ofício da Controladoria Geral da União (CGU), que, após constatar o nome do bancário no rol de servidores da Prefeitura de Natal, o intimou a tomar providências, pois a acumulação viola o artigo 37, incisos XVI e XVII da Constituição, que proíbe a acumulação remunerada de cargos públicos.

Na ação, com pedido liminar, o escriturário pedia a declaração da nulidade do ato e a condenação do banco no sentido de manter seu emprego, com todos os direitos e vantagens, como se em exercício estivesse. Segundo ele, a acumulação tinha amparo em norma interna do Banco de 1993, que informava aos candidatos em fase de qualificação e/ou posse que poderiam ser admitidos sem exonerar-se da função de professor de escola pública estadual, municipal ou federal, desde que compatível com o horário do banco.

CLIQUE AQUI e leia mais

COMENTÁRIO DO WD:

O caso acima aconteceu no Rio Grande do Norte, mas também é muito comum aqui no Distrito Federal. Nos últimos anos diversos professores que ocupam cargos em outros órgãos ou empresas públicas estão sendo pressionadas a optar por um ou outro. Como no caso de Natal, a tendência verificada aqui no DF é que a Justiça só aceite mesmo o acúmulo quando o outro cargo for estritamente de natureza técnica. Do contrário, o Judiciário tem confirmado a obrigação de abrir mão de um ou do outro. 


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 13.968 outros seguidores